Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Amamentação controlada e a manifestação do cio na fêmea bovina

A amamentação controlada é um método adotado com objetivo de controlar o acesso do bezerro à mesma, tanto em gado de leite quanto em bovinos de corte, a fim de antecipar o retorno ao cio.

A adoção do método deve-se à observação da ausência da manifestação do cio, após o parto (adestro), em todas as fêmeas bovinas que amamentam seus bezerros. Além da amamentação, outros fatores que colaboram para o prolongamento do retorno à atividade reprodutiva no pós-parto são: a idade da fêmea, o grau de involução uterina, o nível de produção de leite e alguns fatores ambientais.

Apesar da existência desses outros fatores, em situações de restrição alimentar, um dos principais fatores responsáveis pelo restabelecimento da atividade cíclica é a amamentação.

Em bovinos de corte, foi constatado que a intensidade e frequência da amamentação podem retardar o aparecimento do primeiro cio após o parto. Já em gado de leite, como em os bezerros são impedidos de mamar ou mamam com menos frequência do que os de corte, as vacas de leite, geralmente, apresentam um período de adestro de mais curto.

A adoção do mesmo princípio empregado em gado de leite em bovinos de corte pode ajudar a antecipar o retorno ao cio. Considerando esse objetivo, geralmente, a partir dos 30 dias de idade, os bezerros são apartados das vacas e amamentados apenas duas vezes por dia (das seis às oito horas da manhã e das quatro às seis da tarde).

No entanto, a amamentação controlada, apesar de apresentar bons resultados, em termos de manifestação do cio e fertilidade, apresenta uso limitado devido ao manejo intensivo, principalmente durante a primeira semana de aparte.

Fonte: CPT

Conheça o Curso de Administração Técnica e Econômica da Atividade Leiteira!

     

Áreas

Bovinos

Curiosidades

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.