Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Quais os métodos de acasalamento mais utilizados?

Os principais sistemas de acasalamento são a monta controlada ou dirigida, a monta em campo e a inseminação artificial. Neste artigo, serão foco apenas os dois tipos citados primeiro e o regime de acasalamento simples.

No sistema de acasalamento por monta controlada, o touro é mantido separado das vacas durante o período de monta. Quando uma fêmea é detectada em cio, ela é conduzida até o touro e fica no local até ocorrer a cobrição. Geralmente, é permitida apenas uma cobrição, mas quando são efetuadas duas cobrições, uma pela manhã e outra à tarde, as chances de concepção são maiores.

Esse método de acasalamento pode ser usado quando se deseja conhecer a paternidade.  A vantagem da monta controlada é que o desgaste dos touros é menor, mas, como desvantagem, tem-se que existe a possibilidade de cometer erros na identificação dos animais em cio e o método exige um trabalho maior, por se precisar realizar a separação e a condução dos animais para a monta.

Por sua vez, o sistema de acasalamento por monta em campo é o método mais empregado na pecuária de corte extensiva.  Nesse regime de acasalamento, os touros permanecem junto ao rebanho de fêmeas durante toda a estação de monta, eliminando o trabalho diário de identificação dos animais em cio e a condução destes ao curral, para cobrição.

Quando, nesse sistema, vários touros são mantidos no mesmo pasto com as fêmeas ocorre o que é chamado de acasalamento múltiplo. As principais desvantagens são o desconhecimento da paternidade das crias, que impossibilita a comparação do desempenho reprodutivo e produtivo dos diferentes touros, e o desgaste dos reprodutores devido ao número repetido de cobrições que uma mesma fêmea recebe de um ou mais touros.

Em rebanhos comerciais, as desvantagens do sistema de acasalamento por monta em campo são compensadas pela economia de mão-de-obra e a certeza de que a maioria das fêmeas conceberá durante estação de monta já esperada.

No regime de acasalamento simples, similar ao regime de monta dirigida, cada lote de fêmeas é mantido com um único touro.  A maior vantagem desse método é certeza da identificação da paternidade das crias, a um custo menor quando comparado à monta dirigida ou controlada.

Neste sistema, conhecer a fertilidade e a capacidade reprodutiva do reprodutor é extremamente importante, pois qualquer falha na seleção poderá resultar em índices de concepção insatisfatórios, uma vez que a cobrição ocorre apenas por um único touro.

Fonte: CPT

Conheça o Curso de Manejo Reprodutivo em Bovinos!

 

Áreas

Artigos

Reprodução

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.