Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Importância da tosa para cães

Os cuidados com a higiene de um animal de estimação devem seguir os mesmo critérios que nós humanos utilizamos em nossa assepsia corporal. Nós cortamos o cabale, unha, aparamos pelos indesejados, tomamos banho regularmente, lavamos as mãos, escovamos os dentes, dentre outras práticas importantes para manter a saúde corporal.

Cães, diferentemente de gatos que se limpam sozinhos, precisam da ajuda de seu dono para manter-se asseado. Dentre as formais tradicionais de limpeza, encontrada em Pets Shops e clínicas veterinárias, temos a tosa. Esta consiste em eliminar o excesso de pelo do cão, a fim de garantir, principalmente, conforto e higiene, e em alguns casos, estética.

Podemos citar dois tipos de tosa. O grooming, ou também conhecida como tosa comum, é utilizada em animais domésticos, quando os pelos são aparados com tesoura e/ou cortador.  Tosar com a tesoura é uma verdadeira arte cultuada por esteticistas e tosadores, não apenas pela estética que dá ao pelo, mas também, pela técnica que deve ser bastante apurada, sendo um pouco mais lenta de se adquirir e requer mais horas de prática.

Já o trimming é a tosa canina voltada para exposições, feiras e eventos, principalmente as que possuem julgamentos de beleza entre os cães.

Assim, a prática da tosa deixa claro que além de beneficiar o animal, por ser higiênica e funcional, é também um ritual, requerendo cuidados especiais e acompanhamento do dono que deve buscar sempre profissionais preocupados com a saúde do cão e não apenas com a beleza.

Raças como Poodle, Schnauzer, Shitzu, Lhasa Apso e Cocker, entre outros, precisam ser tosados a cada 45 dias no máximo. Após esse período, a pelagem começa a ficar disforme e fraca, prejudicando os movimentos, e até mesmo visão e audição canina.

Raças que possui pelagem muito longa precisam da primeira tosa já entre o terceiro e quarto mês. Como em algumas raças o pelo nunca para de crescer, a tosa deve ser feita com frequência. Assim, além do cão ficar mais bonito, terá uma pelagem mais saudável e a higiene estará mantida. Ao mesmo tempo deve se escovar o animal frequentemente para retirada de pelos mortos e poeira, verificando a presença de pulgas e carrapatos.

Fonte: Mundo Animal

Adaptação: Revista Veterinária

   

Conheça o Curso de Interpretação Ultrassonográfica em Pequenos Animais

   

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.