Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Entrevista especial para o mês do Médico Veterinário com a Professora do CPT Cursos Presenciais Tathiana Mourão

Em entrevista a Revista Veterinária, Tathiana Mourão, especialista em clínica médica e cirúrgica de felinos (atendimento especializado e consultoria em medicina felina) e Professora do CPT Cursos Presenciais, fala sobre o Médico Veterinário.

- Revista Veterinária - Qual o motivo de você ter escolhido ser Médica Veterinária?

Tathiana Mourão - O meu amor pelos animais aliado à vontade de promover o bem estar e a saúde animal.

Revista Veterinária -  O que motivou sua escolha?

Tathiana Mourão - Sempre amei conviver e lidar com animais, desde a minha infância.

Revista Veterinária - Qual foi o momento que você sentiu que esta seria a sua profissão?

Tathiana Mourão - Não teve um momento em especial. Desde pequena já dizia que seria veterinária.

- Revista Veterinária- Você trabalha com prazer por fazer o que gosta?

Tathiana Mourão - Amo a minha profissão e se tivesse que voltar no tempo, faria tudo de novo.Amo a clínica e nunca me imaginei trabalhando em outra área da Medicina Veterinária ou em outra profissão.

Revista Veterinária - Para ser um bom médico veterinário basta gostar de animais?

Tathiana Mourão - Acredito ser uma premissa básica, mas não basta gostar. A Medicina Veterinária é uma ciência médica, e como tal, exige bastante conhecimento, estudo e dedicação, além do interesse em se atualizar, reciclar e buscar novos conhecimentos aplicáveis à profissão.

Revista Veterinária - Quando formou já conseguiu entrar no mercado de trabalho? O que mudou para você?

Tathiana Mourão - Quando me formei, trabalhei2 anos fora do Brasil em um programa de trainee pela Universidade da Flórida (EUA). Quando retornei, em menos de 6 meses já estava no mercado de trabalho. O que muda após a formatura? Muda tudo!Temos que nos responsabilizar pelas nossas decisões e atitudes, e isso é bastante difícil no início da profissão. A vida do paciente está em nossas mãos, qualquer conduta, procedimento ou decisão mal sucedida pode significar o óbito. É muita responsabilidade.

Revista Veterinária - Em sua formação e agora em sua profissão quais são os obstáculos?

Tathiana Mourão - Obstáculos sempre estão presentes ao longo da vida, sejam elespessoal, acadêmico ou profissional, entretanto, todos os obstáculos devem ser encarados como uma oportunidade de aprendizado e crescimento profissional.

Revista Veterinária -Cite as principais dificuldades na sua profissão.

Tathiana Mourão - As principais dificuldades na minha profissão envolvem a escassez de recursos e/ou profissionais em determinadas especialidades, nem sempre disponíveis para assegurar um tratamento adequado aos nossos pacientes.

Revista Veterinária  - Qual o motivo que levou você buscar capacitação e especializar em clínica médica e cirúrgica de felinos?

Tathiana Mourão - Aliado ao grande amor pela espécie felina, sempre estudei e busquei por conhecimento e experiência com essa espécie. Além disso, percebi a oportunidade no mercado de trabalho que demanda profissionais especializados e capacitados para uma espécie animal bastante diferenciada e com inúmeras particularidades.

- Revista Veterinária- Como é o convívio com seu pacientes e seus proprietários?

Tathiana Mourão - Muito bom. Não tem como exercer boa Medicina Veterinária sem gostar de animais. O médico veterinário e o proprietário devem ter uma relação baseada em confiança e transparência, pontos chaves para a manutenção da qualidade de vida dos nossos pacientes e satisfação dos clientes.

Revista Veterinária - Quais os principais erros que você identifica no cuidado dos gatos pelos proprietários? Quais são as suas recomendações em relação aos cuidados com os felinos?

Tathiana Mourão - Em geral, quem gosta de gatos --ama os gatos! Quando uma pessoa possui um gato, normalmente não se contenta com apenas um, levando à introdução de novos no ambiente, o que pode acarretar aos gatos já residentes,problemas como contaminação por doenças infecto-contagiosastransmitidas pelos gatos recém-chegados, quando estes não são testados previamente e nem submetidos a uma quarentena. Além disso, a introdução de mais gatos pode gerar ainda distúrbios de comportamento, como distúrbios de micção, por exemplo, devido aoaumento populacional e estresse da mudança de rotina. Recomendo que quem tenha o interesse em adquirir felinos consulte um médico veterinário, preferencialmente especializado em medicina felina, para que possa receber orientações adequadas e pertinentes sobre a introdução de novos gatos, manejo e criação.

Revista Veterinária - Qual foi o pior caso que você já atendeu? Porque?

Tathiana Mourão - Não existe pior caso. Existem casos com maior dificuldade de conduzir e em geral estão relacionados às doenças crônicas. Pacientes cardiopatas, nefropatas, endocrinopatas e portadores de neoplasias enquadram-se nesses casos.

Revista Veterinária - Qual a vantagem de um profissional buscar capacitação e atualização diante de tantas novidades?

Tathiana Mourão - Hoje o mercado de trabalho é bastante competitivo e exigente, sendo, portanto, fundamental que o profissional seja capacitado e se mantenha atualizado sobre as evoluções da Medicina Veterinária, diferenciando e destacando-se.

- Revista Veterinária- Você acha suficiente o conhecimento recebido em sua Graduação? O que fez falta?

Tathiana Mourão - Não. A graduação oferece uma excelente base para o exercício da profissão, mas é necessário que o estudo seja contínuo. Em geral os cursos de Medicina Veterinária são bastante abrangentes e generalistas, uma vez que a profissão possibilita vários campos de atuação, não se permitindo focar apenas em uma determinada área. Portanto é de grande importância a realização de cursos de pós-graduação, no intuito de revisar, aprofundar e adquirir conhecimentos específicos para que os mesmos sejam aproveitados profissionalmente focados à área de atuação de sua preferência.

Revista Veterinária -  A Medicina Veterinária vem evoluindo muito nos últimos anos. O que você ainda sente falta?

Tathiana Mourão - Apesar de já ter havido uma grande mudança, com bastante evolução, acredito que ainda há escassez de recursos e/ou profissionais em determinadas especialidades, como disse anteriormente.

Revista Veterinária - Fale um pouco daimportância do médico veterinário. Tathiana Mourão - O médico veterinário, além de atuar na clínica médica de pequenos e grandes animais, domésticos ou não, é um agente de saúde pública.É o único profissional qualificado para relacionar as diferentes espécies animais com as doenças que lhe são peculiares. Ao promover saúde e bem estar aos animais, o médico veterinário automaticamente preserva a saúde humana em razão da diminuição do risco de transmissão de zoonoses ao homem, além da promoção de alimentos de origem animal de melhor qualidade. O médico veterinário também desempenha funções nos serviços epidemiológicos, nos laboratórios de pesquisa, nas instituições especializadas na preparação e controle de produtos biológicos e de medicamentos, além de atuar nos programas de controle ambiental, em saneamento e na preservação e controle da fauna. É apto também a desempenhar funções de caráter geral, na administração dos diferentes setores de saúde pública. Além disso, atualmente qualquer município brasileiro pode contar com o médico veterinário entre os profissionais que formam os Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasfs).

Conheça o Curso de Nefrologia e Urologia em Pequenos Animais

       

Entrevistas

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.