Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Tuberculose bovina preocupa criadores de Goiás

O aparecimento da tuberculose bovina no rebanho esta preocupando os criadores de gado de Goiás. A tuberculose bovina é uma doença crônica e perigosa, os animais contaminados ficam fragilizados, magros e com secreção nasal.

A Defesa Agropecuária acompanhou, no domingo (14), o sacrifício de animais numa propriedade de Formoso, no norte do estado, na fazenda onde ocorreu o foco.  Há um mês, os animais estão isolados neste pasto para evitar a transmissão da doença, pois a tuberculose pode ser transmitida para outros animais e também para o homem.

Os animais foram mortos, um a um, e imediatamente jogados numa vala pra serem enterrados. José Vasconcelos, dono do rebanho, está triste pelo prejuízo financeiro, mas está mais ainda é preocupado com a possibilidade de toda a família ter contraído a doença.

"Eu tenho que fazer o exame de todos lá também, dos filhos, eu próprio, pra ver se é, e pedir a Deus que não aconteça nada com a gente", afirma o produtor rural José Vasconcelos, que ainda aguarda o resultado dos exames feitos nos bezerros da propriedade.

De acordo com Murilo da Cunha, fiscal estadual agropecuário, este é o terceiro foco este ano da tuberculose bovina na região norte. Quando a doença é diagnosticada, é preciso sacrificar o animal. "Infelizmente, não existe um tratamento que tenha uma cura de 100%, então, a recomendação do Ministério da Agricultura é que se faça o abate sanitário ou o sacrifício sanitário".

Priscila Moura, veterinária da Agrodefesa, explica que para o homem a tuberculose, pode ser transmitida via oral, pelos alimentos, leite e seus derivados. Para evitar a transmissão quando os animais são positivos para a doença, eles têm que ser isolardos e não pode fazer retirada de leite, tem que inutilizar. A contaminação pode se dar também pela via aerógena, ou seja, pela respiração, pois os animais contaminados liberam os bacilos para o meio ambiente.

Fonte: Rural Centro

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Primeiros Socorros em Bovinos

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.