Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Cuidados com cirurgia cesariana em cães e gatos

Nascimentos de animais, como cães e gatos costumam acontecer de forma natural. Definir o termo "neonato" em cães, por exemplo, é considerar o filhote, desde o nascimento, até completar 15 dias de vida.

Filhotes saudáveis estão intimamente relacionados à escolha de bons reprodutores, antes de se programar o cruzamento. Isso inclui os cuidados com a fêmea, na gestação, assistência de um veterinário durante o parto e a observação do estado clínico dos filhotes, imediatamente ao nascer, e durante o período de amamentação.

Caso o parto seja cirúrgico, aplicam-se anestésicos voláteis ( isoflurano) ou anestesia epidural. Isso irá diminuir as chances de depressão respiratória nos filhotes. O acompanhamento pós parto é de suma importância, como verificar se a mãe estimula as regiões perianal e genital de seus filhotes, estimulando-os a urinar e defecar. Se isso não ocorrer, é necessário massageá-los com algodão embebido em água morna.

Esse tipo de parto, a cesariana, estará previamente indicado em algumas situações especiais, como número pequeno ou grande número de filhotes, fêmeas muito jovens ou senis, antecedentes de partos difíceis (distócicos), sofrimento fetal, alterações que possam dificultar o parto ou na falta de assistência veterinária, durante a gestação. Algumas raças são susceptíveis a dificuldades no parto, como Bull Dog, por exemplo.

Ao cabo de 15 dias, os filhotes devem estar fortes e saudáveis, e com os olhos abertos. Muitas ninhadas se perdem por falta de manejo adequado.

Fonte: Webanimal Adaptação:Revista Veterinária  

Conheça o Curso de Cirurgias em Pequenos Animais

 

Notícias

Pequenos Animais

ULTRASSOM VETERINÁRIO: 10 Técnicas de Diagnóstico em Pequenos Animais
Deixe seu comentário:

Comentários

  • Revista Veterinária - 09:31:35 13/11/2017

    Bom dia Angela. Ao nascer os filhotes necessitam de uma massagem para estimular a respiração e isso ocorre tanto no caso do parto normal quanto na cesárea. No parto normal a própria mãe realiza essa massagem lambendo os filhotes. Quando é realizada a cesárea, como a mãe está sedada é necessário que alguém faça essa massagem, simulando o que a mãe faria. No caso da sua cachorrinha nós não sabemos o procedimento anestésico utilizado e só um médico veterinário poderia lhe dar detalhes sobre a ação dele na mãe e nos filhotes. Se julgar necessário, procure o médico veterinário que realizou a cirurgia e peça que ele te explique mais detalhadamente o que ocorreu e caso você ainda não esteja satisfeita, procure outro veterinário para uma segunda opinião. Estamos à disposição.
  • Angela - 21:00:30 10/11/2017

    Minha york fez cesárea e os filhotes estavam prematuros, e morreram, qdo nasceram a vet disse q todos bbs q nascem de cesárea pegam a anestesia da mãe, e acabam vindo adormecidos , precisando fazer massagem no corpo até despertarem , procede?
  • Angela Cristina da Silva Matheus - 15:04:14 31/07/2016

    Por favor, tbm queria saber o que passar na cesariana da minha cadela, está infeccionado, fiz td o que o veterinário mandou, só que deixaram ela aberta pq estava vazando muito leite, os filhotes morreram todos no parto, e os peritos dela estava muito cheio, por isso não fecharam ela totalmente por fora só com três pontosAgora inflamou O que eu faço?
  • Kelly - 03:36:24 30/03/2016

    O q devo passar na cesária da minha cachorrinha, obs:arrebentou um ponto

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.