Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

A importância da oftalmologia em pequenos animais

A oftalmologia constitui um importante ramo da Medicina Veterinária, sendo comum e frequente a ocorrência de afecções oculares nas espécies domésticas como pequenos animais.

Sendo uma especialidade que vem se desenvolvendo continuamente, acompanhando a evolução da oftalmologia médica e as exigências do mercado pet e representa um ramo da medicina responsável pelo diagnóstico e tratamento de enfermidades nos olhos e em seus anexos. Com o avanço da medicina veterinária estamos vivenciando uma realidade em que há um aumento da expectativa de vida dos cães e gatos e é nesse contexto de busca por uma melhor qualidade de vida para esses animais idosos que a oftalmologia veterinária se insere de forma indispensável.

O olho é um órgão único e constituído por tecidos nobres e altamente especializados que são responsáveis por um dos principais sentidos: a visão. O paciente portador de oftalmopatias necessita de uma intervenção rápida e correta com objetivo de diminuir a dor, impedir automutilação, controlar a pressão intraocular, combater as infecções e preservar a visão.

Pequenos animais, como cães e gatos manifestam alterações oculares comuns da velhice, como a catarata, a degeneração de retina e as neoplasias oculares. Contudo, as doenças oculares podem acometer estes animais em todas as idades. Cães jovens podem manifestar alterações congênitas como o dermoide ocular, a distiquíase e o entrópio. Nos gatos é comum a conjuntivite por Herpesvirus felino. Nos cães e gatos adultos jovens a ceratoconjuntivite seca, as alterações na terceira pálpebra e os traumas corneanos podem ser observados com grande frequência. Diversas doenças sistêmicas podem se manifestar por meio de alterações oculares, como a hipertensão arterial, a cinomose, a leishmaniose visceral e as hemoparasitoses transmitidas pela picada do carrapato.

Sempre é muito importante que o proprietário esteja atento aos sinais de doenças oculares, como o olho vermelho, lacrimejamento excessivo, secreção e coceira nos olhos, ou a dificuldade para enxergar. Também é de extrema importância procurar rapidamente um Oftalmologista Veterinário sempre que se observar qualquer um destes sinais clínicos.

Fonte: Sta Clara

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Oftalmologia em Pequenos Animais

 

Artigos

Deixe seu comentário:

Comentários

  • Leandra - 11:07:16 15/05/2018

    Obrigado me ajudou muito

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.