Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Cães e chocolate uma relação perigosa

Estamos no final do ano, época dos doces, e uma dúvida bem comum é em relação ao uso do chocolate na alimentação dos cachorros. As dúvidas mais frequentes são: Será que chocolate é venenoso para cachorros? O que fazer caso meu cão tenha comido chocolate? Chocolate pode matar cães? Quais os riscos que o chocolate trás para a saúde do cachorro? Dar chocolate engorda o animal?

O doce que é gostoso para seres humanos, mas não é saudável para cães, o chocolate é venenoso para eles, em casos graves, a ingestão pode até levar o animal à morte.

A teobromina, substância presente no chocolate, é tóxica para os cães. O ser humano consegue metabolizar facilmente esta substância enquanto os cães têm mais dificuldade.

Alguns fatores como tamanho do cão, do tipo de chocolate e da quantidade ingerida influenciam no efeito que o chocolate ingerido tem sobre o seu cão.

Em cães maiores o efeito venenoso do chocolate é menor. Se um cachorro grande ingere um pouco de chocolate ele pode vir a vomitar ou ter diarreia. Se o canino é pequeno o chocolate pode fazer muito mal.

Os chocolates com alto teor de cacau em sua composição como chocolate preto e amargo são mais nocivos aos cães, pois estes contêm altos teores de teobromina. É necessária uma pequena quantidade de chocolate deste tipo para intoxicar seriamente o cão. O chocolate branco e ao leite possuem efeito menos nocivo, mas mesmo assim fazem mal ao cão.

Os cães intoxicados apresentam extrema agitação e outras alterações no comportamento canino. Em casos de forte intoxicação o cão pode ter: convulsões; tremores musculares; arritmia cardíaca; hemorragia interna (sangramento interno); ataques cardíacos dentre outras reações adversas.

O recomendado nos casos de suspeita de intoxicação é acionar um Medico Veterinário de confiança. Para minimizar riscos à saúde do animal, o tratamento deve ser feito o mais rápido possível, o procedimento mais comum geralmente consiste em induzir o vômito no cachorro, mas não tente fazer isso sozinho.

Fonte: Link Animal

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Emergências e Pronto Atendimento em Pequenos Animais

 

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.