Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Vantagens da castração em gatos

A população felina no Brasil hoje é de aproximadamente 19,8 milhões de animais. Para 2013 é estimado um aumento de 3,3 milhões de gatos, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet - São Paulo/SP). A população dos gatos poderá ultrapassar a dos cães domésticos.

Os gatos são tipicamente selvagens, independentes e predadores e com o crescente aumento na população começa-se a pensar nos benefícios da castração, embora possa parecer cruel à primeira vista é necessária para garantir a qualidade de vida do próprio animal.

O órgão reprodutivo do felino é retirado na castração. O testículo é removido no caso dos machos, e eles se recuperam em poucos dias. Quanto às fêmeas é feita à retirada total de útero e ovários através de uma abertura na barriga do animal para extração dos órgãos e a cicatrização é mais demorada, cerca de uma semana.

Depois da castração os gatos mudam o comportamento e se tornam mais caseiros. Correm menos riscos de se machucarem nas brigas (quando saem para a rua). As fêmeas não entrarão mais em gestações (diminuindo a população), já que as mesmas podem entrar em cio quinzenalmente.  O odor exalado pode ser sentido a3 quilômetrosde distância, provocando a choradeira que deixam muitos humanos com raiva.

Cuidados devem ser tomados após a castração do animal pois, ao retirar as gônadas, encerra há  produção dos hormônios reprodutivos, responsáveis por controlar o apetite e pela manutenção da massa muscular de qualidade.  Portanto, sem os hormônios, eles gastam menos energia e comem mais, podendo chegar à obesidade.

O controle do peso do gato pode ser feito pelo dono através da alimentação, controlando a quantidade de ração ingerida. Existem no mercado rações para gatos castrados, com menos gordura e mais fibras. Além da prática de exercícios.

Fonte: Cães e Gatos

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça os Cursos de Nefrologia e Urologia em Pequenos Animais

 

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.