Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Como proceder na hora do banho do bichano

Para muitos dar banho a gatos não é uma tarefa fácil, nem para o dono mas, principalmente para o animal, já que os nossos bichinhos não gostam nada da água.  Apesar dos gatos se limparem a eles próprios, sendo um dos animais mais limpos que existe é necessário banhá-los em algumas situações.

Assim, o banho é necessário quando, o gato tem uma vida muito agitada andando muito fora de casa seja em campos ou em terras, acumulando sujeira, pegando parasitas ou outros problemas relacionados à pele que necessitam o uso de materiais destinados a tal fim.

Outro caso em que o banho é necessário é quando o gato apresenta problemas de artrite ou outras doenças que dificultam o movimento impedindo que ele próprio faça a limpeza do pelo.

Como os gatos não gostam de água é necessário que o processo seja rápido, use um tapete antiderrapante para que o animal sinta-se confortável e não escorregue dentro do recipiente em que foi escolhido; a água deve estar morna e atingir no máximo a altura da barriga do animal; use produtos próprios como xampu e sabonetes indicados por um profissional qualificado; o pente deve ser usado mas, cuidado se os pelos estiverem embaraçados melhor desfazê-los com os pelos secos; use uma toalha para retirar o excesso de água ou o secador se não fizer muito barulho, depois mantenha-o em ambiente quente para evitar resfriados.

Caso o pelo do animal esteja manchado com óleo ou gordura, deve-se antes de lavar o gato, massagear com uma gordura que seja menos forte como a manteiga ou um pouco de óleo vegetal até que as duas se misturem, em seguida limpar com pano seco. Depois da retirada das manchas pode prosseguir com o banho.

Para evitar acidentes que machuque a pessoa que irá dar o banho é aconselhável o uso de roupas que protejam o corpo, evitando arranhões. Uma ajuda também é bem vinda, enquanto uma pessoa lava a outro pode segurar e acalmar o bichano.

O banho é um processo calmo, não jogue água diretamente na face do animal, lave os olhos e a orelha com uma toalha molhada retirando todo o xampu.

Fonte: Mundo dos Animais

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Dermatologia em Pequenos Animais

   

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.