Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Filhotes de pais diferentes em cães e gatos

Na época do cio é comum as fêmeas de cães e gatos serem perseguidas por diversos machos em busca de acasalamento, a fêmea pode ter diversas relações com um macho, ou mais de um, copulando durante os quatro ou cinco dias do mesmo período fértil, a dúvida se com tantos parceiros, as fêmeas podem ter filhotes de pais diferentes é frequente.

De acordo com o biólogo Guilherme Domenichelli, do Zoológico de São Paulo, as fêmeas de gatos e de cães podem ter filhotes de vários machos distintos em uma mesma ninhada e terá 50% das características da mãe e outros 50% do pais.

A fertilização do óvulo ocorre somente por um espermatozóide, uma reação natural impede que outro espermatozóide penetre no óvulo já fecundado. Mas, no momento em que a fêmea copula com diferentes machos, os óvulos poderão ser fertilizados por espermatozóides de pais distintos. O período gestacional dura em média nove semanas tanto em cães como em gatos.

A fertilização por pais diferentes podem ocorrer em outras raças porém, as características serão menos visíveis.

Fonte: Notícias Terra

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Inseminação Artificial em Cadelas

 

 

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.