Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

O uso das pastagens para a alimentação dos equinos

cavalo alimentandoO uso das pastagens para a alimentação dos equinos tem aumentado devido ao auto custo dos concentrados como silagem de milho, sorgo, feno de leguminosas, entre outros. Porém, o hábito seletivo dos animais torna o manejo difícil, ele ajusta seu comportamento de pastejo de acordo com a disponibilidade da fração preferida da forragem e sua distribuição espacial. Usam também, determinadas áreas para alimentação e outras para excreção (comportamento eliminativo).

Fatores externos e internos como clima, estação do ano, sistema de manejo, estrutura, disponibilidade e digestibilidade das pastagens, presença de fezes e fatores sociais, enquanto fatores internos incluem seletividade, requerimentos nutricionais (categoria animal), tamanho e freqüência de bocada, idade, sexo e conhecimento do pasto pelo animal, influenciam o comportamento dos animais durante o pastejo.

As principais gramíneas recomendadas para equinos na pastagem, são as pertencentes ao Gênero Panicum, como o capim Áries (Panicum maximum cv Áries) é bem aceita pela sua apetecibilidade e bem consumida pelos equinos pelo seu porte.

Durante a seca, as pastagens perdem a qualidade, na complementação alimentar é utilizado o feno. Cuidados com esse tipo de alimentação devem ser observadas, fenos poeirentos e com mofo resulta em hipersensibilidade pulmonar podendo desenvolver a doença chamada obstrução crônica pulmonar. As silagens são volumosos palatáveis, não poeirentos e de melhor valor nutritivo. O valor nutritivo é melhor porque a forragem é cortada quando a planta se encontra em estádio vegetativo mais jovem e consequentemente o produto obtido contém mais proteína, mais energia metabólica e matéria seca mais digestível.

Doenças podem ser evitadas com silagens de boa qualidade, essas não apresentam problemas gastrintestinais por não conterem fungos, fermentos e ácidos indesejáveis, possuem níveis energéticos altos, oferecendo ainda proteína em bom nível, vitaminas e minerais (assim como os outros volumosos de boa qualidade).

As silagens devem ser oferecidas junto com outros alimentos, como a pastagem. O volume da alimentação com silagem pode ser de 50%.

Fonte: Agronomia

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Manejo Nutricional de Equinos ( Alimentos e Alimentação)

manejo nutricional Equinos

 

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.