Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

As principais doenças que acometem as aves

avesOs cuidados com as criações são importantíssimos no crescimento físico e consequentemente no crescimento econômico de qualquer produção. O cuidado com o manejo, alimentação e prevenção de doenças é essencial. Porém, mesmo cuidando da produção algumas doenças podem surgir no plantel. Na criação de aves destacam-se algumas doenças e seus principais sintomas.

Uma das maiores queixas e reclamações é o peito seco ou caquexia que não é caracterizada como uma doença e sim como um sintoma. Leva ao emagrecimento rápido, possuindo variadas causas como, deficiência nutricional, doenças bacterianas, fungicas, parasitárias ou virais. Assim, é extremamente importante saber o diagnóstico preciso da causa deste sintoma, para que o tratamento possa ser eficaz.

A muda é um processo natural que acontece nas aves para renovar sua plumagem, o período varia de espécie e individuo, podendo acontecer falhas que podem ser corrigidas com suplementação adequada. As maiores falhas são: muda encroada (deficiência de iodo), muda rala (deficiência de vitaminas A, D, E e Cálcio) e muda constante (deficiência de vitaminas e minerais).

Associada a má nutrição dos animais, a hipovitaminose, é uma das causas do peito seco, penas velhos, feias e arrepiadas. A hipovitaminose é a falta de vitaminas que em cativeiro podem ser eliminadas através da suplementação alimentar.

A biotina são as dermatites que acometem os pés e bicos, ao redor dos olhos, deformação óssea, bicos tortos e formação de cistos de penas em canários. No tratamento deve-se administrar a vitamina H como prevenção, através de suplementação das farinhadas ou rações completas, por ser a única no mercado a conter a vitamina H na sua formulação.

Essas são algumas doenças que acometem às aves. É importante ter conhecimento sobre essas evitando perdas na produção.

 Fonte: Ouro Fino

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso sobre Alimentos e Alimentação de Frangos de Corte

   

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.