Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Saiba como curar o umbigo dos cordeiros de forma adequada

Saiba como curar o umbigo dos cordeiros de forma adequadaA cura adequada do umbigo do cordeiro faz parte do saneamento apropriado à boa saúde animal, e consequentemente ao desenvolvimento saudável.

É preciso saber que o cordão umbilical liga o feto e a mãe durante todo o processo gestacional. Ele é formado por quatro estruturas são elas: duas artérias umbilicais, uma veia umbilical e o úraco, que tem ligação direta com o corpo do animal.

Essas estruturas se rompem no momento do parto e perdem suas funções, atrofiando com o passar do tempo. Se o processo ocorrer de forma natural, ele pode demorar até dez dias. Mesmo de forma natura, no sistema de produção de ovinos, o processo de atrofiamento das estruturas, pode significar vários problemas, tendo em vista que as infecções e miíases ou bicheiras, podem acessar o umbigo causando diversos agravos ao cordeiro.

Assim, a cura do umbigo pode prevenir o desenvolvimento de algum problema. Ela deve ser feita logo após o nascimento, a base de tintura de iodo 10% devendo ser repetida até o 3º dia de vida do filhote. Se os cordões forem grandes demais, antes de mergulhá-los completamente na tintura, ele deve ser cortado com tesoura higienizada e estéril, deixando apenas dois dedos de comprimento.

A cura com a tintura de iodo objetiva a desidratação do coto umbilical, e o colabamento dos vasos sanguíneos e do úraco, assim a porta de entrada das bactérias será fechada, evitando também a atração de moscas, que causa a bicheira.

Os filhotes que não passam pelo processo de cura do umbigo, estão mais susceptíveis a doenças como a diarreia, a pneumonia, a miíase, entre outras, a também possuem maiores chances de um mau desenvolvimento, podendo vir a óbito.

Para que a cura do umbigo aconteça com sucesso, é importantíssimo que os animais sejam mantidos em ambientes limpos, já que os ambientes sujos aumentam as chances de infecção umbilical, inativando a ação da tintura de iodo quando entra em contato com a matéria orgânica.

Fonte: Revista Arco

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Manejo Reprodutivo em Ovinos

Manejo Reprodutivo em Ovinos2

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.