Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Problemas de cascos em bovinos: Principais entraves à produção na pecuária atual

Os pés dos bovinos têm grande importância para o lucro do produtor, pois os pés precisam estar em perfeita ordem para que o animal possa exercer seu papel na produção, uma vez que os pés têm o papel de sustentação e ajudam na locomoção de cada espécie. Além disso, para que o animal seja produtivo ele necessita se alimentar, o que também necessita que ele possa ficar confortavelmente de pé.

As doenças que ocorrem nos pés dos bovinos, mais precisamente nos cascos, são mais comuns em rebanhos leiteiros, "estabulados", em decorrência da maior concentração de animais numa mesma área, podendo também ocorrer em confinamentos. O aumento da incidência dessas doenças ocorre nas épocas chuvosas ou quando há muita umidade nos locais de permanência dos animais.

As doenças dos pés ocorrem na maioria dos países e é grande a importância econômica, especialmente em bovinos leiteiros, onde as estatísticas são mais contundentes. Nos bovinos acometidos das alterações, há queda de produção e, ocasionalmente, podem sofrer envolvimento graves das articulações e outras estruturas profundas do pé, chegando-se ao extremo de amputação da unha.

Em condições favoráveis, até 25 a 30% do rebanho pode ser acometido. A enfermidade não é fatal, mas pode ser necessário o sacrifício, resultante das lesões mais graves causadas no animal, que o torna, economicamente, inviável.

Essas doenças, geralmente, ocorrem por causa de fatores de risco como: manejo, higiene, nutrição, etc., e causam principalmente as seguintes lesões: 1) Dermatites Digitais e Interdigitais aparecem entre as unhas, por cima dos talões e caminham em direção à articulação ou para dentro da unha, se a infecção não for controlada em tempo. São lesões altamente dolorosas que geralmente provocam claudicação nos animais. 2) Flegmão Interdigital apresenta uma inflamação rápida de toda pele entre os dedos, temperatura elevada, queda de produção e dor intensa. Após cerca de dois dias, a pele apodrece e gera um odor podre, seguindo da formação de uma fenda profunda entre os dígitos, no local da pele apodrecida. 3) Inflamação da Terceira Falange é uma lesão, que pode causar claudicação mais séria. Ela pode aparecer de um Flegmão Interdigital mal curado ou de uma fissura vertical que não tenha sido notada. Essa lesão é a mais problemática, pois sua resolução é quase uma intervenção cirúrgica, seja para amputar a unha acometida, seja pra drenar a articulação.

Todas as principais doenças descritas são de origem infecciosa e têm como agente um germe ambiental, que é um oportunista e se aproveita de uma lesão mínima prévia da pele para se multiplicar e causar alteração do animal. A partir dessa multiplicação aumentada, há uma maior contaminação do meio ambiente e aumenta o número de animais doentes, se medidas drásticas não forem tomadas imediatamente.

O tratamento para essas doenças nos cascos é bastante simples quando detectado o problema precocemente. Consiste em levar o animal ao tronco, levantar a pata acometida, lavar com água abundante, escova e sabão. Após isso, utilizar uma solução de iodo a 30% e usar antifúngico para frear a invasão por fungos secundários.  Se não tratadas precocemente as infecções se agravam e passam a necessitar de alguma intervenção cirúrgica para evitar a perda do animal.

Fonte: Bicho Online

Adaptação: Revista Veterinária

   

Conheça o Curso de  Casqueamento Preventivo e Correção de Aprumos em Bovinos

Casqueamento (2)

     

Bovinos

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.