Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Reações alérgicas que desencadeiam coceiras nos cães

Quando o sistema imunológico entra em ação, ele está querendo nos dizer que algo de errado está acontecendo com o nosso organismo. Assim, a alergia é uma resposta desse sistema a uma substância estranha ao organismo, que se torna hipersensível a alguma excitação externa específica. A essas substâncias causadoras das alergias damos o nome de alérgenos. A reação alérgica pode acontecer por inalação, ingestão ou contato direto com alguma substância ao qual o animal é sensível.

As reações alérgicas podem acontecer de diversas maneiras, não necessariamente vão aparecer quando filhotes. Os animais poderão adquirir alergia a alguma substância que sempre tiveram contato desenvolvendo reações de hipersensibilidade imediatamente após o contato, alguns minutos ou horas, e ainda existem reações alérgicas que só se desenvolvem depois de vários meses ou anos do contato.

Geralmente as reações alérgicas imediatas acontecem depois das vacinas, por picadas de insetos e contato com produtos químicos, desenvolvem-se sintomas como urticária, eczema, conjuntivite, entre outros. Por outro lado, às reações que aparecem após algum tempo de contato se complicam, pois inicialmente os sintomas podem se apresentar brandos não sendo percebidos pelos donos assim, o animal fica expostos aos alérgenos o que leva a aumentar a gravidade dos sintomas.

A coceira constante geralmente é a causa mais comum das alergias, e esta é frequentemente a causa primária de problemas de pele persistentes, porque quando o animal se coça, fere a pele facilitando a entrada de microrganismos infectantes. Porém, nem toda coceira é sinal de alergia, doenças como tireoide, pulgas, sarnas e micoses podem causar sintomas que se assemelham.

Para se diagnosticar se o animal esta tendo uma reação alérgica é necessário avaliar o seu histórico através dos exames clínicos, excluindo outras patologias e fazendo testes alérgicos. Não há cura para os animais detectados alérgicos, mas, estas podem ser controladas visando uma boa qualidade de vida, o melhor controle é evitar o contado do animal com os alérgenos a que ele é sensível.

Os produtos de limpeza como desinfetantes, sabão em pó, água sanitária, cloro, cera e outros são os principais alérgenos que sensibilizam os cães de olfato extremamente sensível. Esses produtos têm o cheiro forte, além de deixar resíduos no chão. Deve-se ter atenção também a incensos, perfumes, essências para ambiente entre outros, evitando-se o uso destes produtos e se necessário for retirar o animal do local ao utilizá-los e esperar a secagem do ambiente.

A alimentação também é uma causa comum de alergia desenvolvida a partir da proteína ingerida pelo animal. As rações ingeridas são 90% à base de carne e frango, sendo que o contato constante pode gerar alergia, assim se faz necessário à troca do alimento para rações exclusivamente com outra fonte de proteína. Além do controle das proteínas, existem shampoos e medicamentos que auxiliam no combate à alergia.

Além de todos esses cuidados básicos as alergias podem ser controladas através da vacina para alergia (imunoterapia). A vacina feita à base de alérgenos ao qual o animal é sensível aumenta a imunidade para que ele tenha menos sensibilidade à determinadas substâncias. O tratamento é gradativo variando entre um e cinco anos.

Quais as doenças diagnosticadas  mais comumente na rotina da clínica dermatológica veterinária?

Como tratar as doenças dermatológicas dos cães e dos gatos?

Como escolher um tratamento eficiente para as doenças diagnosticadas?

Fonte: Cães e Gatos

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Dermatologia em Pequenos Animais

 

Destaques

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.