Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Importância do exame odontológico de rotina em equinos

odontologiaO exame odontológico realizado nos equinos é muito importante para garantir à saúde e bem-estar desses animais. Realizar os exames com frequência evita sérios danos, tendo em vista que, uma série de acontecimentos pode necessitar de cuidados especiais. E também é necessário estar atento, pois dependendo da idade dos animais, eles podem apresentar problemas específicos que se relacionam a odontologia.

            Logo após o nascimento dos filhotes é necessário observar se há defeitos nos lábios, maxilar, mandíbula e palato, e ainda na movimentação da língua, reflexo de sucção e defeitos de oclusão.

            Aos 6 a 8 meses proprietário deve estar atento se aconteceu à erupção de todos os dentes incisivos e pré-molares, e também a ocorrência de úlceras, pontas em excesso de esmalte dentário e ganchos. Entre 16 a 24 meses os cuidados se referem à ocorrência de dentes-de-lobo, o nascimento do primeiro molar e lesões causadas pela embocadura.

            Quando o animal completar 2 anos até os 3 anos é preciso ficar atento ao nascimento de dentes-de-lobo e do segundo molar, observar também se houve a troca das pinças e segundos pré-molares. É nessa fase também que ocorre às alterações do desgaste dentário, gengivite, cáries e fraturas dentárias, e ainda lesões com o uso da embocadura.

            Entre 4 a 5 anos é preciso observar se houve a troca dos dentes incisivos do canto e quartos pré-molares, a ocorrência de alterações do desgaste dentário, gengivite, cáries ou fraturas dentárias, lesões de embocadura. Quando necessário é preciso extrair as capas dos cantos e quartos pré-molares.

            Aos 5 anos é preciso observar se os caninos nasceram e ainda a ocorrência de alterações do desgaste dentário, gengivite, cáries ou fraturas dentárias, lesões de embocadura. Quando necessário é preciso extrair os dentes-de-lobo.

            Quando o animal completar 6 anos em diante é necessário realizar a excursão lateral, ajustar a oclusão dentaria e extrair se presentes os dentes-de-lobo. Ainda observar a ocorrência de alterações do desgaste dentário, cálculos dentários principalmente nos caninos e fase lingual dos incisivos, gengivite, cáries e lesões de embocadura.

            Todas as observações descritas se relacionam aos cuidados no que se refere à odontologia equina, que devem ser estabelecidos visando à boa saúde do animal, de acordo com a idade as principais observações a serem feitas, visando identificar qualquer problema que pode levar ao quadro doentio.

            Os cuidados devem ser realizados rotineiramente, e em caso de qualquer alteração o profissional capacitado deverá ser consultado.

 

Qual a importância da Odontologia Equina? Quais as principais alterações do desgaste dentário? Shop Veterinário: Conheça os melhores equipamentos para equinos.   Fonte: Manual do botulismo Adaptação: Revista Veterinária    

Conheça o Curso de Odontologia Equina

Destaques

Notícias

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.