Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Infecções uterinas em vacas

O pós-parto para vacas muitas vezes torna-se motivo de preocupação para os criadores deste animal, principalmente em virtude das doenças uterinas que surgem após o procedimento. São infecções bacterianas no trato reprodutivo do animal e que podem levar a complicações diversas, como a subfertilidade, infertilidade, baixa produção de leite e gastos com medicamentos.

As causas destas infecções uterinas são as mais diversas, e podem estar relacionadas às cesarianas, natimorto, parto distócico, retenção da placenta, ou como consequência de outras doenças de natureza metabólica, como deslocamento de abomaso, febre do leite, etc.

São muitos os tipos de bactérias identificáveis no trato reprodutivo do animal, por isso, para cada caso de infecção uma doença é denominada.

A Metrite, por exemplo, é uma delas. Afeta de forma aguda o animal geralmente nos primeiros dias após o parto. Suas características mais comuns se apresentam na forma de corrimento, com coloração avermelhada e cheiro forte. Os principais sintomas são a apatia e desidratação.

As Endometrites estão também no campo das infecções uterinas, e se apresentam através de um líquido com pus em forma de secreção. Apresentam-se geralmente depois de 20 dias após o parto.

A Piometra, uma das mais graves, aparecendo na forma corpo lúteo persistente. A infecção impede a produção de prostaglandina, a qual regula diversas funções metabólicas.

O diagnóstico realizado o quanto antes, por meio de exames ginecológicos, que possam pela palpação transretal, ultrassonografia, dentre outras, vai favorecer o tratamento, geralmente a base de antibioticoterapia intensiva, para anular as infecções, antitérmicos para regular a temperatura e fluidoterapia para a recomposição dos líquidos essenciais.

 

O manejo com esses animais após o parto é essencial para que não se tenha perdas desnecessárias. Saiba mais.

Fonte: Ouro Fino saúde animal

Áreas

Bovinos

Clínica Cirúrgica

Clínica Médica

Notícias

Reprodução

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.