Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

A castração de gatas

A castração de gatas, por meio da técnica de gancho, pode trazer inúmeros benefícios para os seus criadores e para os próprios pets.

Um deles, comprovado cientificamente, é na mudança de comportamento do animal, que passa a ficar menos agitado e mais calmo.

Outro beneficio é a reprodução sem controle, de modo a controlar o número de filhotes gerados, inclusive uma série de comportamentos desagradáveis que ocorrem nestes períodos, como urinar em demasia e miar alto. Outra vantagem está no fato de se evitar o gasto com anticoncepcionais.

As gatas que passam por este processo costumam apresentar menores riscos de câncer no ovário e de mama, podendo aumentar a expectativa de vida e diminuir ainda a agressividade.

A decisão da castração de gatas pode ser uma boa alternativa, embora a recuperação da fêmea seja um pouco mais demorada do que a do macho.

A operação é relativamente tranquila, porém necessita dos devidos cuidados para que não ocorra nenhuma infecção. Tais informações podem ser obtidas com um médico veterinário.

 

Além dos cuidados é importante a utilização de instrumentos adequados para a castração. Veja aqui.

Fonte: Cachorro Gato

Áreas

Clínica Cirúrgica

Notícias

Pequenos Animais

Para você que quer ser um expert em Cardiologia Veterinária: Este é o caminho do sucesso!
Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.