Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Botulismo em bovinos - Causas e prevenção

O botulismo bovino é uma enfermidade que tem como principal agente causador a bactéria, ocasionando assim a intoxicação do animal via absorção intestinal.

Hoje com várias ações de manejo e práticas de sanidade a doença é considerada escassa nas criações. No entanto, no final da década de 90, a doença chegou a trazer muitos problemas para os produtores brasileiros, principalmente no Mato Grosso do Sul, ao levar a óbito mais de 190 mil animais, resultando em grandes prejuízos econômicos.

O microrganismo responsável pela doença é encontrado no solo, ambientes com matéria orgânica em decomposição, silagem, feno ou ração mal conservados. Muitas vezes a ocorrência dessa enfermidade está relacionada a deficiência de nutrientes que a pastagem possui, sendo assim o animal recebe suplementação inadequada, o que pode levar ao desenvolvimento da osteofagia, que é considerado o hábito de roer ossos ou ingerir carcaças de outros animais em decomposição presentes na pastagem, que contém muitas vezes as toxinas botulínicas.

Uma vez no organismo, a bactéria se transforma em neurotoxinas, comprometendo parte do sistema cerebral. Por este motivo, os animais infectados apresentam paralisia de parte dos membros e dificuldades para se locomover.

O diagnóstico se baseia nos sinais clínicos e nos exames dos materiais coletados. Já o tratamento não é considerado muito eficaz, por isso o melhor meio de evitar a doença é através dos métodos de prevenção, sobretudo relacionados às condições ambientais e sanitárias, manejo nutricional adequado e vacinação do rebanho.

A avaliação dos primeiros sinais apresentados faz toda diferença, garantindo assim que a doença não se espalhe entre os demais animais. O conhecimento sobre as patologias bovinas também garantem maior sucesso na identificação e prevenção.

Gostou do assunto e tem interesse em ampliar o conhecimento na área?

Então não perca tempo! Aprenda a aplicar de forma eficiente as técnicas de primeiros socorros em situações que conta com atendimento emergencial e não perca o desempenho do gado. Confira.

Fonte: Beef Point

Áreas

Bovinos

Clínica Médica

Curiosidades

Cursos

Destaques

Notícias

Parceiros

Zootecnia

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2017 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.