Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Conheça as 3 principais doenças oftalmológicas em cães

As doenças oftalmológicas em cães são bastante comuns, embora nem sempre sejam diagnosticadas a tempo, levando alguns animais a cegueira parcial ou total. Desta forma, os proprietários devem sempre observar, diariamente, o comportamento dos seus pets.

Choques contra a parede ou móveis, tropeços constantes, dentre outros comportamentos, podem ser sinais de que a visão do animal não está bem.

Importante ainda observar o próprio olho, de modo a detectar uma possível anormalidade mais evidente, como secreções, vermelhidão, lacrimejamento excessivo, dificuldade de ficar com os olhos abertos na presença da claridade ou alguma camada espessa, que pode ser indício de algo mais sério.

De qualquer forma, assim como nós humanos, os animais também devem ser submetidos a consultas periódicas com o oftalmologista, no mínimo de seis em seis meses. Somente este profissional está capacitado a emitir um parecer correto acerca das condições oculares do animal.

Dentre as doenças mais comuns em cães estão:

1ª - Glaucoma: ocorre quando os fluídos do olho não circulam ou não são drenados corretamente, se acumulando e causando uma forte pressão dentro do globo ocular, sendo que o tratamento consiste em medicação com colírios especiais e, em alguns casos, até mesmo a intervenção cirúrgica.

2ª - Catarata: resulta na opacificação, ou seja, o esbranquiçamento do olho do animal e ocorre quando há o envelhecimento do cristalino. A origem está em grande parte na hereditariedade, mas também pode ser decorrente de choques ou diabetes.

3ª - Ceratite: é proveniente na maioria dos casos de inflamações da córnea. Responsável por causar intensas dores e pode ser tratada com antibióticos, anti-inflamatórios, colírios e medicamentos tópicos como pomadas oftálmicas.

O profissional da medicina veterinária deve ter, necessariamente, uma especialização em oftalmologia, ou seja, possuir conhecimentos aprofundados acerca da estrutura ocular e capacitação para utilizar os meios necessários para o diagnóstico, tratamento e cura do paciente.   

A oftalmologia em pequenos animais é de grande importância e vem demandando por profissionais cada vez mais capacitados para atuar com eficiência e segurança nas clínicas e hospitais veterinários.

Você, médico veterinário quer se destacar nessa área?

Aqui você encontra o diferencial para o seu currículo. Basta clicar!

Fonte: ID MED PET

Áreas

Clínica Cirúrgica

Clínica Médica

Curiosidades

Cursos

Destaques

Notícias

Parceiros

Pequenos Animais

ULTRASSOM VETERINÁRIO: 10 Técnicas de Diagnóstico em Pequenos Animais
Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2017 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.