Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Principais doenças em bezerros (a #4 você não pode ignorar)

Muito comum na maioria das criações, as doenças em bezerros vem sendo consideradas a cada dia um grande empecilho para os criadores desses animais, seja na bovinocultura de corte ou leite.

Essas enfermidades na maioria das vezes estão relacionadas à deficiência de um trabalho preventivo e de manejo eficiente, sendo que na fase inicial de vida, os bezerros são considerados animais bastante sensíveis.

Provavelmente você já presenciou muitas questões de sanidades negligenciadas por criadores, estou certa não é mesmo?

Por isso, trouxemos nesse artigo um pouco sobre as 5 principais doenças em bezerros e que podem ser evitadas com simples práticas de manejo preventivo:

Principais doenças em bezerros:

#1 – Diarreia

#2 – Babesiose

#3 – Pneumonia

#4 – Onfaloflebite

#5 – Anaplasmose

A observação do proprietário e atenção nas primeiras semanas de vida é de extrema importância, pois podem fazer grande diferença já que as chances de erradicação são maiores quando qualquer anormalidade é detectada e tratada precocemente.

Conheça um pouco mais sobre estas doenças em bezerros

#1 – Diarreia em bovinos/bezerros: Muito comum no mundo animal, essa enfermidade causa sérios prejuízos aos proprietários, principalmente por conta dos gastos com medicamentos. A diarreia é causada por bactérias, proporcionado grande perda de líquidos e eletrólitos corporais, causando assim a desidratação.  Essa enfermidade está muitas vezes relacionada às questões sanitárias, ou seja, deficiência de higiene, o que aumenta a presença do microrganismo. Os principais sinais apresentados pelos animais são fezes amolecidas, fétidas e por vezes com sangue, febre e queda no rendimento.

#2 – Babesiose em bovinos/bezerros: É uma enfermidade causada por protozoários do gênero Babesia. A transmissão se da através dos carrapatos, inseto muito comum nas pastagens em que os bezerros são criados. Animais mais velhos também estão expostos a adquirir essa doença e costumam apresentar como sinais a febre, falta de apetite, fraqueza, além das alterações na frequência cardíaca e respiratória.

#3 – Pneumonia em bovinos/bezerros: É caracterizada pela inflamação dos brônquios, sendo causada por vírus ou bactérias. Essa enfermidade manifesta-se por um aumento na frequência respiratória, tosse e sons respiratórios anormais na auscultação. O tratamento é feito através da administração de antibióticos de amplo espectro. A prevenção consiste na higienização, alimentação adequada, evitar instalações mal ventiladas e úmidas e isolamento dos animais que apresentarem a doença.

#4 – Onfaloflebite em bovinos/bezerros: Conhecida popularmente como a inflamação do cordão umbilical essa enfermidade é uma das mais recorrentes nas primeiras semanas de vida dos bezerros. A inflamação pode desenvolver constante dor abdominal e dependendo da seriedade do problema até mesmo bicheira. Por isso a necessidade de um manejo higienizado com esses animais e a importância da assistência ao parto, local onde a vaca irá parir, sem se falar nos cuidados com o umbigo após o nascimento que é essencial.

#5 – Anaplasmose em bovinos/bezerros: Transmitida pela saliva do carrapato, a anaplasmose é responsável por causar bruta queda no desenvolvimento e até mesmo à morte do animal. Os bezerros infectados, quando jovens, adquirem imunidade para os anos posteriores. Essa doença apresenta como principais sinais: febre alta, falta de apetite e diarreia. O controle ou erradicação da doença está relacionado ao manejo eficiente com ampla higienização do local onde o animal permanece, evitando também a presença de carrapatos.

A criação de animais jovens é uma das fases mais sensíveis de qualquer sistema de produção. Por isso os bezerros, durante as primeiras semanas de vida, correm maior risco de adquirir essas doenças e infecções. Desse modo é essencial que se adquira o hábito de observar atentamente os bezerros para detectar, o mais cedo possível, qualquer sinal de doença.

Quer conhecer mais detalhes sobre estas e outras doenças, causas, tratamentos e métodos preventivos?  E o melhor! Garantir o sucesso da sua produção evitando esses empecilhos indesejáveis?

Dicas para se destacar neste segmento você encontra aqui: Primeiros Socorros em Bovinos a Campo

Fonte: Rural Soft

Áreas

Bovinos

Clínica Médica

Curiosidades

Cursos

Destaques

Notícias

Parceiros

Zootecnia

Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2017 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.