Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Fique por dentro das 4 fases do Ciclo Estral em Cadelas

Cicli estral em cadelasVocê sabia que o ciclo estral em cadelas é dividido em 4 fases? Separamos neste artigo alguns detalhes sobre o momento certo da reprodução.

O que é o ciclo estral em cadelas?

O ciclo estral em cadelas é o conjunto de alterações endócrinas, uterinas e ovarianas comportamentais na qual a fêmea passa entre uma e outra ovulação. O ciclo estral em cadelas tem muitos aspectos únicos e apresenta inúmeras particularidades, pois a maioria dos animais mostra sucessivo ciclo estral ao longo de seu período reprodutivo em um contínuo processo de desenvolvimento folicular e ovulação que é interrompido apenas para a gestação.

Na cadela isto é diferente, após um espaço de tempo para desenvolvimento folicular e ovulação, apresenta um período de quiescência reprodutiva, o anestro obrigatório, sendo por isso designada como uma espécie monoestral, ou seja que apresenta um estro por ciclo estral. O cão ainda é um animal não sazonal, ele pode apresentar estro independente da época do ano.

Quando começa?

A puberdade das cadelas é em média entre 6 e 12 meses de idade, as raças de pequeno porte começam mais cedo que as raças de grande porte. Os primeiros ciclos podem ser irregulares, mas no decorrer do tempo atingem a normalidade. O intervalo dos cios normalmente é de 6 meses, mas dependendo da espécie pode variar de 5 a 12 meses.

Quais são as 4 fases do ciclo estral em cadelas?

O ciclo estral em cadelas é dividido em:

#1 Proestro: Essa fase inicial do desenvolvimento folicular dura cerca de 7 a 9 dias. Os folículos, que estão sob estimulação crescente das gonadotrofinas, passam a produzir cada vez mais estrógeno. O estrógeno proporciona diversas mudanças no trato reprodutivo como, por exemplo, edemaciação de vulva e vagina, com secreção sero sanguinolenta, a maior produção de ferormônio é que atrai os machos. No proestro a cadela ainda não aceita o macho, mas começa a tolerá-lo ao final desta fase que pode durar de 3 dias até 3 semanas.

#2 Estro: Nesta fase a cadela não apresenta mais secreção sanguinolenta nem edema de vulva e já começa a aceitar o macho. Os folículos entram em maturação final diminuem a produção de estrógeno e iniciam a produção de progesterona. A ovulação ocorre de 40 a 50 horas após o pico de LH, esta fase dura entre 4 e 12 dias.

#3 Diestro: O pleno funcionamento dos corpos lúteos ocorre nesta fase, é um período longo que ocorre independente da gestação, dura entre 56 a 58 dias em cadelas gestantes e 75 a 90 dias em cadelas não gestantes.

#4 Anestro: A fase é caracterizada pelo período de quiescência reprodutiva, podendo durar de 3 até 10 meses, no Anestro a atividade ovariana diminui e as concentrações séricas de estrógeno progesterona e LH ficam em valores basais. Caso tenha ocorrido gestação é neste período que ocorre a involução uterina e a renovação endometrial.

E você gostou desse artigo?

Nós separamos algumas dicas para você ficar EXPERT no assunto e ampliar seu conhecimento para atuar com ampla eficiência.

Dê uma conferidinha: Inseminação Artificial, Exame Andrológico e Congelamento de Sêmen de Cães

Fonte:  CPT Cursos Presenciais

Cursos

Destaques

Notícias

Parceiros

Pequenos Animais

ULTRASSOM VETERINÁRIO: 10 Técnicas de Diagnóstico em Pequenos Animais
Deixe seu comentário:

Comentários

  • Beth uchoa - 16:25:02 01/08/2017

    Pra poder criar um animal é muito importante conhecer todos os processos que eles passam durante todo seu crescimento.
  • Armenio Sena - 10:06:25 21/10/2016

    Cuidados de saúde animal em primeira mão.
  • Valquiria - 20:14:04 19/11/2015

    Gostaria de saber quando posso aplicar acetato de medroxiprogesterona na minha cadela? Ainda não castrei ela

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.