Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Os principais sinais de doenças cardíacas em cães

Doenças cardíacas sempre fizeram parte da rotina de atendimento das clínicas e hospitais veterinários. E com os avanços da medicina veterinária, estas afecções vêm ganhando cada vez mais importância.

Desta forma, torna-se fundamental conhecê-las para diagnosticar e tratar da melhor forma possível.

Algumas raças são mais predispostas ao desenvolvimento das cardiopatias, porém a idade ainda é um dos fatores mais determinantes para o desenvolvimento das enfermidades.

As principais doenças cardíacas em cães são a Cardiomiopatia ou Miocardiopatia Dilatada e a Endocardiose ou Fibrose da Válvula Mitral.

Sinais que coração do pet não anda bem

Os sinais das cardiopatias, por muitas vezes, são silenciosos. Veja alguns que merecem atenção redobrada:

- Aumento de volume abdominal;

- Cansaço fácil;

- Emagrecimento sem causa aparente;

- Dificuldade para respirar;

- Sonolência constante;

- Tosse do tipo engasgos;

- Língua arroxeada.

Técnicas de diagnóstico

O médico veterinário detecta as doenças cardíacas em cães através da avaliação do histórico e sinais do paciente.

O diagnóstico é realizado principalmente com a realização de exames específicos e procedimentos de imagem.

Existem dois principais exames para o diagnóstico das doenças cardíacas em cães, são eles:

Exames radiográficos: permitem a avaliação das dimensões cardíacas, geralmente apresentando um aumento do tamanho coração.

Ecocardiograma: é um exame de ultrassonografia, que possibilita a realização do diagnóstico final da cardiopatia através da avaliação da função miocárdica e das dimensões das câmaras cardíacas.

Tratamento

O tratamento das cardiopatias é variável, caso a caso. Alguns pacientes podem ser medicados para o resto da vida, no entanto, outros recebem medicação apenas por um determinado período.

É importante lembrar que o dono nunca pode medicar seu pet por conta própria. Todo medicamento deve ser prescrito por um médico veterinário apto. Ministrar uma dose errada de medicação cardíaca pode intoxicar o animal ou até mesmo levá-lo a óbito.

Como está o mercado para os profissionais veterinários na área?

A maior preocupação dos tutores com a saúde de seus pets aqueceu o mercado de diagnósticos especializados. Porém, os médicos veterinários que almejam ingressar na área, devem estar amplamente preparados para atender seus pacientes.

Quando o assunto é doenças cardíacas em cães, o diagnóstico precoce e o tratamento rápido fazem toda a diferença.

Médico veterinário saiba como se preparar para atuar na área de diagnósticos de cardiopatias com segurança:

Cardiologia em Pequenos Animais- Módulo Eletrocardiograma

Radiologia em Pequenos Animais - Interpretação Radiográfica

E para você, que quer aprender passo a passo como ser um expert na área, separamos esse material gratuito:

Ebook de Cardiologia Veterinária

Fontes: Petshop Portal  e CachorroGato

Clínica Médica

Cursos

Destaques

Notícias

Parceiros

Pequenos Animais

Para você que quer ser um expert em Cardiologia Veterinária: Este é o caminho do sucesso!
Deixe seu comentário:

Comentários

Esta publicação não possui comentários.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.