Aumente seu conhecimento no mundo Veterinário

Junte-se a milhares de apaixonados por animais. Receba gratuitamente nossas dicas para o seu sucesso.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

O que causa a papeira bovina? Fique por dentro dos detalhes

A papeira bovina, nome popular do bócio, é o aumento inflamatório da glândula tireoide do animal. Essa alteração acontece devido à tentativa de produzir os hormônios na ausência de iodo.

Sua principal causa é a deficiência nutricional do iodo, que atua na formação da tiroxina e triiodotironina. Elas são as responsáveis pela termorregulação, reprodução, circulação, função muscular e desenvolvimento do animal incluindo a fase fetal.

Dosagens inadequadas do mineral trazem diversos transtornos e prejuízos aos proprietários de bovinos. Portanto, fique atento aos primeiros sinais da enfermidade para intervir o quanto antes.

Sinais clínicos da papeira bovina

Além do aumento da tireóide, ocorrido devido a tentativa da produção de hormônios para suprir a ausência de iodo, os principais sinais clínicos da doença são:

- Fraqueza;

- Natimortos;

- Debilidade do animal;

- Nascimento de bezerros sem pelos;

- Crescimento e maturidade retardados;

- Alterações na reprodução (infertilidade, cios irregulares ou ausentes).

Desenvolvimento da doença

Bezerros recém-nascidos são os mais afetados pela papeira bovina, que se desenvolve principalmente por falta de iodo nas forragens e pela alimentação incorreta. Por isso, oferecer ao rebanho todos os nutrientes e doses suplementares do mineral (muito encontrado no sal) na alimentação é fundamental para deixá-lo longe da enfermidade.

Fornecer ao rebanho uma alimentação balanceada previne não só a papeira bovina, mas diversas outras patologias. Porém, assim como a falta, o excesso do consumo do suplemento por longos períodos resulta em prejuízos das funções do sistema imune, com redução na formação de anticorpos.

Para a suplementação correta é necessário ter conhecimentos adequados sobre as exigências nutricionais em cada fase do animal. Assim, o rebanho estará apto a cumprir com as atividades a qual foi designado.

Viu como alimentação pode te ajudar na prevenção dessa e outras doenças? Aprenda a fornecer uma nutrição adequada ao seu rebanho, veja essa dica de sucesso:

 Formulação de Dietas e Rações para Bovinos

Já para você que quer se aprofundar no primeiro atendimento, identificação correta de enfermidades, avaliação da saúde do animal, aprender a agir em situações emergenciais com bovinos a campo e, principalmente salvar vidas, confira:

 Primeiros Socorros em Bovinos

Fonte: Scielo

Áreas

Bovinos

Cursos

Destaques

Notícias

Parceiros

Deixe seu comentário:

Comentários

  • valdir - 19:20:05 01/05/2018

    muito obrigado pela imformacao

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos para se destacar no mercado
(Campos com * são obrigatórios)

Conecte-se ao mundo Veterinário gratuitamente!



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.
Sites relacionados
Revista Agropecuária Revista Veterinária Portal Suínos e Aves Tecnologia e Florestas
© 2018 Revista Veterinária. Todos os Direitos Reservados.