A cardiomiopatia dilatada em caninos

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

doencas-coracao-nos-caes-300x199A cardiomiopatia dilatada é uma moléstia que acomete cães se caracterizando pela dilatação do coração em relação ao tamanho. O coração perde com o tempo a força que precisa para bombear o sangue.

Se a doença não for tratada ela evolui agravando o quadro, pois as paredes do coração ficam finas e menos elásticas, isso faz com que a força de contração seja menor e assim o sangue oxigenado não chega ao resto do corpo em quantidade suficiente, os órgãos como os rins e pulmões sofrem mais com isso.

Mesmo com todos os avanços na medicina veterinária, as causas da doença ainda são desconhecidas, o que se sabe é que os fatores nutricionais como a deficiência de taurina e/ou carnitina, doenças imunimediadas, infecções virais, distúrbios genéticos, hipotireoidismo, micardites, entre outros pode levar à doença.

Com o desenvolvimento da doença o cão apresenta dificuldade na respiração, cansaço fácil, língua azulada, desmaiose e arritmia. O diagnóstico é possível através de que medem a frequência cardíaca associada ao exame de RX de tórax, eletrocardiograma e exame de ecocardiograma, todos realizados por médico veterinário capacitado.

O tratamento da doença se faz através da correção da arritmia, aumentando a força de contração do músculo do coração a fim de, evitar o acúmulo de sangue nos pulmões oferecendo maior qualidade de vida ao cão.

Fonte: Petcare

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Cardiologia em Pequenos Animais

Cardiologia em Pequenos animais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 15 de julho de 2013