A Inseminação Artificial em Cadelas

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma técnica antiga, datada do século XIII, a inseminação artificial em cadelas é um dos procedimentos mais usuais da medicina veterinária.

É indicada para vários casos, como por exemplo, quando houver uma disparidade de tamanho entre os animais. Neste caso, animais de raça como o Pub ou Buldogue Inglês e Francês, o procedimento é mais comum, já que os mesmos apresentam dificuldades de acasalamento.

É importante, ao fazer a I.A. que se use sêmen congelado ou resfriado, pelo fato de assim manterem suas capacidades e propriedades que possibilitaram uma melhor fecundação.

Uma vantagem da I.A. é que não expor o animal as dificuldades e estresses da locomoção para o acasalamento.

Entretanto, é preciso que a técnica seja realizada por um médico profissional experiente. Outra exigência é que o processo, para ter êxito, seja realizado dentro do período correto do ciclo estral (cio) do animal, sendo que o mesmo deverá se acompanhado e monitorado por meio da verificação das dosagens hormonais.

A chance de a inseminação artificial proporcionar bons resultados é grande, e ultrapassam os 75%, em média. Já a gestação tem a mesma duração de uma gestação comum, ou seja, 60 a 65 dias.

 

Veja algumas técnicas de resfriamento e congelamento de sêmen que proporcionam sucesso na inseminação artificial. Clique aqui.

Fonte: CachorroGato

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Médica em Pequenos Animais: