A Medicina Veterinária e a Equoterapia

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

É de suma importância que o Médico Veterinário se integre e conheça bem a prática da Equoterapia, um tratamento bastante difundido, atualmente, utilizado como auxiliar em diversos distúrbios físicos e neurológicos, principalmente, em indivíduos portadores de necessidades especiais.

O cavalo, como qualquer outro ser vivo, poderá necessitar da assistência de um profissional da área de saúde, nesse caso, de um veterinário, para que possa manter suas  condições físicas, exigidas no exercício desse tratamento.

O médico veterinário deverá se aprofundar em estudos, desde as leituras, até participar de sessões e do treinamento, para que se considere apto para exercer tal especialidade dentro do seu campo profissional. Deverá, também, integrar-se à equipe que participa, ativamente, da rotina dessa terapia, como, por exemplo, o tratador, o instrutor de equitação, os animais etc.

Se o animal estiver passando por algum tipo de desconforto, pode se estressar e representar riscos aos pacientes. Nesse caso a presença de um Médico Veterinário no local é importantíssima, para garantir que o animal está em boas condições para o exercício da terapia.  Além disso, o veterinário poderá orientar o proprietário na escolha do melhor animal para a prática da Equoterapia.

Para o profissional da Veterinária isso vai lhe proporcionar grande bagagem de conhecimento, teórico e prático, para uma perfeita atuação nessa área.

 

Fonte: Equipe CPT Cursos Presenciais

 

Conheça o Curso de Primeiros Socorros em Equinos

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 26 de julho de 2011

Artigos Relacionados com Equinos: