A Síndrome do Olho Seco em Pets

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Síndrome do olho seco em cães e gatos, também conhecida como ceratoconjuntivite seca, é uma condição bastante frequente, causada por motivos variados. Tem como característica principal a alteração da superfície ocular, que deixa de produzir lágrimas em condições ideais para a lubrificação, causando muitas vezes irritações.

O problema pode ocorrer em animais de diferentes idades, embora algumas raças tenham maior pré-disposição genética para desenvolver a enfermidade do que outras, como por exemplo, em cães, o Bulldog, Pequinês, Cocker, dentre outros.

Outro motivo atribuído a situação é o desenvolvimento de uma reação imunomediada, ou seja, o sistema imunológico do animal ataca o próprio corpo, desencadeando o problema. Não há cura para esta situação, que demanda cuidados a longo prazo.

Uma linha de tratamento bastante utilizada e que vem gerando bons resultados é baseada no uso de colírios especiais, que passam a realizar a função da lágrima, oferecendo um melhor conforto e qualidade de vida para o animal. Isso, sem abrir mão do tratamento oral, prescrito por um médico veterinário especialista em oftalmologia.

É recomendável que estes colírios sejam utilizados inclusive como método preventivo, e de maneira periódica, principalmente em animais mais idosos.

Saia na frente! Tenha os equipamentos corretos, para um diagnóstico rápido e seja eficiente no tratamento dos pets. Confira.

Fonte: Blog Robson Sampaio

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 24 de agosto de 2017

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: