Alimentação de filhotes

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do primeiro dia de vida até dois meses os filhotes estão no período de amamentação, e neste período não tem problemas em oferecer leite ao cãozinho. O leite materno é o alimento mais completo e mais digestível que existe. Na impossibilidade do filhote mamar o leite da cadela, a melhor opção é oferecer o leite próprio para cães, isso porque o leite da vaca (leite que usamos com frequência, seja na caixinha ou em pó) é muito diferente do leite da cadela, não suprindo as necessidades nutricionais do filhote.

Uma receita que pode ser usada como substituto de leite, para o caso de quem não consiga comprar o leite próprio para cães. A receita é:

– 1 litro de leite;

– 1 gema de ovo;

– 1 colher de sopa de mel

Lembrando que é uma opção, mas não equivale ao leite materno de uma cadela.

Após o período de amamentação, quando o filhote passa a comer alimentos sólidos, os cães vão perdendo uma enzima que degrada a lactose (a lactase), dessa forma eles passam a ter dificuldade em digerir esse leite. A lactose não digerida tende a fermentar causando náuseas, vômitos e diarreia.

Todos os cães tem um limite de quantidade de leite que podem ingerir, a ingestão de grande quantidade pode provocar algum sintoma relacionado à intolerância ao leite.

Não é necessário oferecer leite ao cão caso ele não esteja em fase de amamentação e se ele recebe diariamente uma alimentação balanceada e equilibrada.

 Fonte: Cães e Gatos

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Técnicas Nutricionais para Cães e Gatos – Aprenda a indicar a ração ideal

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 22 de janeiro de 2013