Anestesia em cães e gatos – inalatória ou injetável?

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A anestesia é um item essencial em cirurgias de pequenos animais, sendo que a escolha do melhor tipo é uma tarefa que requer muito conhecimento sobre as vantagens de cada uma.

Para os cães, as cirurgias mais comuns são de castração, limpeza de tártaro, ortopédica e de emergência, as quais dois tipos de anestesias podem ser utilizadas: inalatória e injetável.

Antes de escolher alguma, é preciso que o médico veterinário tenha conhecimento a respeito do quadro clínico do animal, ou seja, se ele tem anemia, saber sobre as funções cardíacas, etc.

anestesia inalatória é considerada mais segura, sendo que é preciso contar com a presença de um anestesista. Ela é ministrada através da inalação do medicamento, por um aparelho, tendo sua intensidade variada e controlada.

É também considerada mais segura para o coração, principalmente para animais idosos, obesos, cardiopatas ou com algum histórico similar.

Já a anestesia injetável é aplicada via intravenosa, sendo muito utilizada devido ao seu baixo custo e por não precisar de um aparelho específico. É em certos casos, inclusive, aplicada até mesmo pelo próprio médico veterinário.

Independente do tipo escolhido, sempre existirá riscos e reações a esta aplicação, sendo que o preparo do profissional nestas ocasiões pode fazer a diferença.

Por isso é sempre necessário durante todo o processo cirúrgico um anestesista capacitado no assunto.

Então não perca tempo e amplie seu conhecimento sobre o assunto. Confira.

 

Fonte: Equipe Revista Veterinária

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Cirúrgica em Pequenos Animais: