Bovinos mais eficientes e produtivos

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nelores BRGN são geneticamente melhorados e apresentam índices com o maior potencial de crescimento pré e pós-desmame e de habilidade materna.

Os investimentos em melhoramento genético, tanto vegetal, como animal, têm crescido a cada dia. Um dos programas que investem nesse conceito é o Programa de Melhoramento Genético Nelore BRGN, criado pela Embrapa Cerrados.

 De acordo com Cláudio Magnabosco, pesquisador e coordenador do Programa, a diferença dos animais melhorados é que eles são oriundos de uma rigorosa seleção com foco nas características econômicas.

 Segundo ele, os animais são avaliados em relação à eficiência produtiva, idade de primeiro parto, precocidade ao parto e peso da idade adulta, no caso das fêmeas. Já referente aos machos, são avaliados perímetro escrotal, crescimento e velocidade de ganho de peso.

 “Sempre pensamos no animal que estará pronto com 24 meses a pasto e, se aprovado no exame andrológico, estará apto a realizar seu serviço em qualquer rebanho brasileiro, explica o pesquisador.

 Entre os benefícios, Cláudio diz que o animal BRGN imprimirá sua progene na fazenda do pecuarista, transferindo assim sua genética de boa reprodução e de fertilidade. Além disso, ele aponta para a garantia de produção de fêmeas férteis, que, produzirão um bezerro ao ano, desmamarão bezerros pesados e, consequentemente, gerarão maior produção de quilo de peso vivo por hectare.

 Dessa maneira, o produtor passa a ter animais que são grandes conversores  de capim em quilo de carne, garantindo a lucratividade.

 A raça Nelore foi escolhida por ter um material genético bastante difundido no Brasil, além de ter o maior número efetivo populacional do país. Além disso, acreditamos que a raça é uma ótima alternativa que vai propiciar grande lucratividade ao produtor, devido ao seu alto potencial produtivo e rústico para produção no Cerrado – completa o coordenador.

 Ainda segundo Magnabosco, ao longo de dez anos de seleção, a Embrapa teve, em média, 1% ao ano de ganho genético das características dos Nelores, tais como habilidade maternal, crescimento pré e pós-desmame, perímetro escrotal e mérito genético total. Ele afirma que essas características, melhoradas, são transferidas para os filhotes dos animais dos rebanhos BRGN.

 Dessa maneira, quando o produtor utiliza touros e matrizes avaliadas Nelore BRGN, ele está introduzindo em seu rebanho um material genético melhorado que vai ao encontro das características econômicas desejadas, diz.

 

Fonte: Site Portal do Agronegócio

 

 

Conheça o Curso de Manejo Reprodutivo em Bovinos

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 30 de maio de 2011

Artigos Relacionados com Bovinos: