Cães e o relógio biológico

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Saiba a importâcachorroncia de se criar uma rotina para seu cão
Por André Agramo
nte

É muito comum vermos donos de cães ficarem surpresos ao serem acordados por seu cãozinho aos sábados, domingos ou feriados às seis horas da manhã, horário que habitualmente levantam para trabalhar. Costumo ouvir de meus clientes: “Olha, é bom você vir após as onze da manhã, porque antes desse horário dificilmente o meu cão estará acordado”. Por que isto acontece?

Nós temos o nosso horário de acordar, trabalhar, almoçar, lanchar, de ir à academia, à aula de dança, de praticar esportes, brincar, jantar e dormir, certo? Assim como nós, eles também precisam de uma rotina com horários definidos para cada atividade. Muitas vezes ignoramos esta necessidade e deixamos de lado a oportunidade de entender melhor nossos cães e fazermos deles cães saudáveis e felizes, além de deixamos de dar a ele a chance de nos entender melhor. Ao passar alguns dias ao lado de um cão é natural que com apenas um olhar você saiba o que ele quer. Quando ele quer brincar, ir ao banheirinho, passear ou dormir. Eles, assim como nós, são extremamente programáveis e necessitam disso para ter uma vida saudável. É importante que o dono estabeleça horários definidos ao seu cão, pois ele precisa saber o horário de acordar, de fazer exercícios, brincar, ficar tranquilo, comer e passear. É comum ele repetir sempre as atividades para as quais ele foi programado.

O comportamento do seu cão é o resultado da equação genética mais a educação que é dada pelo dono ou treinador, por este motivo, existem tantas raças e perfis de cães diferentes. Não se pode deixar de lado esta equação! Se todo dia você passear com seu cão às sete da manhã é comum que nesta hora ele já saiba que você vai fazer um passeio e já estará pronto lhe esperando. Se você estabelece que todo dia às seis e meia da manhã é a hora do café da manhã, todo o organismo dele irá ficar pronto para receber a comida naquela hora.

Não podemos ignorar essa importante ferramenta para nós e para os cães. Se isso for usado de forma positiva, sem dúvida, seu cãozinho irá agradecer bastante e você também! Para isto você pode contar com a experiência de um profissional de comportamento canino que irá lhe orientar e mostrar o caminho certo em diversas situações em que você não imagina que exista uma solução. É possível ter uma convivência agradável e harmônica com seu cãozinho, basta condicioná-lo para tal. Atualmente, sabemos que não precisamos mais conviver com comportamentos que não gostamos em nossos cães.

André Agramonte é especialista em comportamento canino.
www.andreagramonte.com.br


Conheça o Curso de Emergência e Pronto Atendimento em Cães e Gatos

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 11 de maio de 2011