Cão… O melhor amigo do homem

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Primeiro animal a ser domesticado, o cão, graças a suas múltiplas aptidões, tornou-se o companheiro inseparável da raça humana, característica que lhe valeu o título de melhor amigo do homem.

O cão (Canis familiaris) é um mamífero carnívoro da família dos canídeos, à qual pertencem o lobo, o chacal, o coiote e, no Brasil, o guará ou lobo brasileiro. Seu aspecto e dimensão variam amplamente de acordo com as várias raças, desde os corpulentos e vigorosos mastins, que medem até noventa centímetros de altura, até os diminutos chihuahuas, com cerca de três quilos de peso. Diferem igualmente na cor, densidade e tamanho do pelo.

Alguns zoólogos propõem uma origem única para os cães, a partir do lobo ou do chacal; outros postulam uma ascendência múltipla. Em épocas remotas já existiam diversas raças caninas nas distintas partes do mundo, com exceção de algumas ilhas. Civilizações e povos antigos, como os egípcios, assírios e incas, tinham o cão como animal doméstico.

Características: O cão possui cinco dedos nas patas anteriores e quatro nas posteriores. Por não dispor de glândula sudorípara, condição que o diferencia de outros animais, regula a temperatura por meio da respiração ofegante e através da mucosa bucal e da língua. Os sentidos do olfato e da audição, extremamente desenvolvidos, permitem-lhe perceber odores e sons que frequentemente passam despercebidos ao homem.

O cão pode viver entre 12 e 14 anos, e até mais. Após um período de gestação de nove semanas, nasce a ninhada, que tem, em média, quatro a seis crias. Raças miniaturas podem ter um ou dois filhotes, e raças grandes, mais de dez. Os filhotes nascem com os olhos fechados e recobertos por uma membrana. O macho está apto para reproduzir a partir do primeiro ano de vida, mas é aconselhável que isso não ocorra antes de completado o segundo ano. A fêmea já pode acasalar a partir de dois anos e meio. O cio ocorre duas vezes ao ano, ocasião em que os animais se mostram inquietos e pouco dóceis.

Animal afetivo e inteligente, o cão possui uma surpreendente capacidade para associar determinadas ordens com situações ou palavras precisas, o que constitui a base de seu aprendizado e adestramento.

Domesticação: Os primeiros cães foram domesticados há cerca de sete mil anos, como provam pinturas pré-históricas encontradas na Espanha, que mostram cães empregados na caça. A aproximação com o homem, ao que tudo indica, ocorreu antes. Acredita-se que, inicialmente, os cães acompanhavam o homem, de longe, em suas caçadas, para depois disputar os restos com hienas e chacais. Aos poucos, foi ocorrendo um processo de aproximação e posterior domesticação, por meio dos filhotes. É possível que antes disso o cão tenha servido de alimento.

Certamente, a fidelidade canina é um grande exemplo para os humanos, pois ele é incapaz de abandonar seu dono, mesmo que maltratado por este.

 

 

 

Fonte: Site Bicho Online

Adaptação: Revista Veterinária

 

Conheçao Curso de Emergência e Pronto Atendimento em Pequenos Animais

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 4 de julho de 2011

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: