Características da odontologia dos roedores

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os roedores estão presentes em muitos lares brasileiros, como animais de estimação. São animais que possuem quatro dentes incisivos longos, que não param de crescer e forma de cinzel, ou seja, um dente em cada hemiarco dentário.

Geralmente os dentes pré-molares e molares são braquiodontes, com raízes formadas e crescimento limitado. Mas, roedores como o Chinchilla lanígera e Cavia porcelus (porquinho-da-índia) têm os pré-molares e molares sem a formação de raízes verdadeiras e crescimento contínuo, assim são chamados de elodontes completos.

Os lagomorfos, como os coelhos são diferentes dos roedores, pois têm dois incisivos maxilares em cada hemiarco dentário, mas também são elodontes completos. Apresentam dentes que não param de crescer e podem ter afecções hereditárias ou traumáticas, sendo predisponentes à maloclusão, podendo perder as características mastigatórias.

A maloclusão é comum nestes animais, e pode ser corrigida em um único procedimento ou necessitar de correções periódicas por toda a vida. Os sintomas característicos de animais que apresentam a maloclusão são: perda de peso, anorexia, ptialismo (salivação excessiva), hipercrescimento de incisivos, abscesso facial, corrimento óculo-nasal e exoftalmia.

Fonte: Portal Cirurgia Veterinária

Comportamento e ambiente de criação domiciliar dos animais silvestres. Clique aqui.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 10 de setembro de 2015