Cesariana em Bovinos: Entenda esse procedimento de emergência

  •   
  •   
  • 78
  •  
  •  
  •  
  •  

A cesariana em bovinos é um procedimento cirúrgico, realizado quando os animais apresentam complicações ou dificuldades, impossibilitando o parto em condições naturais. A retirada do feto ocorre por meio da abertura transabdominal. Geralmente, é feita em casos emergenciais e pode ser realizada com as vacas em decúbito ou em estação.

Nessas situações, é fundamental que você médico veterinário, intervenha rápido. Em outras palavras, a cesariana é um dos procedimentos obstétricos de maior responsabilidade na sua área. Pois, a garantia de sobrevivência do bezerro e da vaca são os objetivos principais, sem deixar de lado a preocupação com os níveis futuros de reprodução dos bovinos.

Crias geradas por cruzamento de raças de dupla musculatura, ou por meio da transferência de embriões após a fertilização in vitro, costumam ter um tamanho avantajado. Isso, dificulta o parto natural e em casos mais graves, há necessidade de realização da cesariana em bovinos. Porém, antes de optar pelo procedimento, é preciso avaliar a possibilidade de utilização de métodos auxiliares. Como por exemplo, a aplicação de hormônios, a correção seguida de tração manual ou a fetotomia.

Em quais situações é realizada a cesariana em bovinos?

As manobras obstétricas em bovinos devem ser feitas em casos específicos, listamos abaixo os mais frequentes. Acompanhe:

– Eventos em que os animais apresentam distocias materno e/ou fetal que não podem ser corrigidas com o uso de substâncias lubrificantes

– Situações em que a extração forçada coloca em risco a vida do bezerro e da vaca

– Quando as vacas não apresentam dilatação cervical suficiente, restringindo o uso da técnica de separação em partes (Fetotomia)

– Em caso de anormalidades com o útero ou vagina das vacas

– Se os bezerros estão em posições difíceis de serem corrigidas na vagina

– Fetos mortos

Antes de você, médico veterinário, optar pela cesariana em bovinos, é indispensável que realize o exame clínico geral. Uma vez que, ele avalia aspectos importantes, como as condições de saúde da vaca gestante e do feto, examina o aparelho reprodutor pela palpação retal e vaginal. Ainda mais, possibilita verificar características importantes da largura e abertura das vias fetais, e se são compatíveis com o tamanho do feto.

Técnicas cesarianas utilizadas em bovinos

No primeiro estágio do parto, a cesariana eletiva é realizada com mais segurança, quando a cérvix está completamente dilatada. Assim, respeitando esse fator, o prognóstico em relação ao feto e a vaca que acabou de dar a luz é mais favorável.

Havendo necessidade de remover fetos grandes, ou em ambientes em que o útero está contaminado, a técnica de acesso oblíquo esquerdo é a mais utilizada. Além disso, com ela fica mais fácil exteriorizar o útero. Porém, o tempo de cirurgia é maior e podem ocorrer complicações trans operatórias. Mas, o procedimento ainda deve ser feito, pois, caso o fluído uterino caia dentro da cavidade abdominal, são grandes as chances de desenvolver uma peritonite.

Nos casos em que há distensão acentuada do rúmen, ou quando os exames feitos indicam que a retirada pela lateral direita do animal é mais adequada, é usada a técnica de laparotomia pelo flanco direito. Já que, nos procedimentos mais rotineiros a retirada é feita pelo flanco esquerdo, evitando complicações maiores como a dificuldade de localizar o útero.

Você, médico veterinário, é o profissional adequado para identificar situações em que é preciso intervir com a cesariana em bovinos e optar pela técnica mais indicada. Por isso, é tão importante se manter atualizado. Então, trouxemos mais informações sobre esse procedimento de emergência que está diretamente ligado à área de reprodução bovina.

Outro ponto importante é a nutrição bovina, ela sempre interfere em vários fatores, e na reprodução não é diferente. Conhecer as exigências nutricionais dos animais impacta positivamente em todas as etapas.

Na palestra abaixo, trouxemos dois grandes especialistas. O médico veterinário Giancarlo Magalhães dos Santos. Doutor em reprodução animal, professor e coordenador dos cursos do CPT cursos presenciais na área de reprodução bovina. Também, o Médico veterinário Fernando Pimont, Dr em nutrição e professor dos cursos de nutrição em bovinos. Juntos, dão dicas valiosas para aprimorar o seu conhecimento no assunto. Que tal reservar um tempinho e investir ainda mais em você?

Riscos da cesariana em bovinos

Um dos aspectos preocupantes é que em alguns casos, durante a cesariana em bovinos, podem ocorrer complicações trans e pós-operatória. Ainda mais, podem levar à:

-Redução do desempenho reprodutivo dos animais

-Queda no volume de leite produzido pelas vacas

-Ocorrência de mortes

-Prejuízos para o produtor

Dicas valiosas que vão ajudá-lo

Quando a cesariana é realizada até 18 horas após o início do trabalho de expulsão, e o feto ainda está vivo, ou morreu há pouco tempo, a ocorrência de óbitos é menor. Porém, quando acontece após esse período, a taxa de morte aumenta. Então, quanto mais rápido você, médico veterinário, fizer a escolha certa, melhores serão os resultados.

Os cuidados com a antissepsia e higiene, também são primordiais para definir o sucesso da cesariana em vacas. Ou seja, o médico veterinário responsável pela cirurgia tem que estar muito bem preparado para além de aplicar adequadamente as técnicas cirúrgicas, realizar um bom procedimento asséptico.

Quer mais uma dica para ter sucesso no procedimento? Afinal, você precisa ter conhecimento aprofundado no assunto, não é mesmo? Confira o curso que separamos para você, médico veterinário. Assim, você terá prática na técnica:

Curso de Cirurgias em Bovinos a Campo

Fonte: Ebah, Dia de Campo e Rural pecuária

  • 78
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Cirúrgica em Bovinos: