Como cuidar de cães órfãos

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um cão ou uma ninhada podem ficar órfãos por motivos variados: rejeição, falecimento ou adoecimento da mãe após o parto.

Seja qual for o motivo, infelizmente muito comum nos dias de hoje, quem se deparar com uma situação deste tipo e se propuser a cuidar dos animais deverá saber de alguns procedimentos importantes com o intuito de suprir as necessidades dos animais.

Uma alternativa diante desta situação, referente à amamentação, seria encontrar uma mãe substituta e que esteja em período de lactação. Neste caso há o risco da “nova mãe” também rejeitar os animais, por não reconhecê-los como seus.

Outra opção é que o proprietário do animal faça as funções da mãe, no que diz respeito ao cuidado com a temperatura dos mesmos, deixando os animais aquecidos por meio de lâmpadas, além de massagear o peito dos mesmos, função realizada pela mãe através da lambedura. No caso de animais rejeitados uma segunda vez, o novo proprietário poderá fornecer o leite através de mamadeiras.

O leite deve ser fornecido por um banco especial, deverá ser do tipo colostro, essencial neste período para que o animal fique imunizado.

Estes são apenas alguns exemplos de ações e cuidados a serem tomadas a favor dos cães, sendo que as orientações de um médico veterinário poderão fazer a diferença na criação destes animais, de forma que os mesmos cresçam de maneira saudável.  

 

Atualize seu conhecimento na área de técnicas nutricionais para pequenos animais. Clique aqui.
Fonte: Tudo sobre cachorro

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Médica em Pequenos Animais: