Dor associada a moléstias ortopédicas, fraturas e luxações traumáticas

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As fraturas e lacerações que acometem cães e gatos e que são decorrentes de trauma demandam analgesia.

            A imobilização por meio de bandagens que visam prevenir a instabilidade de fraturas ósseas, articulares, distensões ligamentares e rupturas musculares, ou seja, quando há o comprometimento das estruturas que correspondem ao aparelho osteoarticular.

            Quando há distensão da cápsula articular após o acúmulo de líquidos, ou seja, hemorragias ou, ainda por luxação é muito doloroso para o animal. Com a drenagem da articulação e a redução da luxação é observada uma rápida melhora no quadro clínico.

            O fármaco e a dosagem para o manejo inicial devem ser determinados através da severidade e instabilidade da moléstia. É possível administrar opióides, até a avaliação do estado cardiovascular, se não houver sinais de hemorragia, hipovolemia ou outras contraindicações é possível ministrar AINEs.

 

Fonte: Vet. Not.,Uberlândia, v.17. n.2, jul./dez. p. 77-89, 2011

Como agir em uma situação de emergência envolvendo pequenos animais?

Saiba quais são os equipamentos e os materiais usados na reprodução de pequenos animais.

Conheça as técnicas de anestesia geral inalatória e intravenosa usadas em cães e gatos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 1 de setembro de 2014

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: