Embrapa comemora o décimo aniversário do primeiro bovino clonado da América Latina

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Há pouco mais de 10 anos, mais precisamente, no dia 17 de março de 2001, a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, uma das 46 unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, comemorava um feito inédito para a ciência brasileira: o nascimento do primeiro bovino clonado no Brasil e na América Latina, uma fêmea bovina da raça Simental que, não por acaso, recebeu o nome de “Vitória da Embrapa”. Hoje, Vitória é a matriarca de uma família composta por filhos e netos, o que comprova o bom potencial reprodutivo e habilidade materna de animais clonados.

O nascimento de “Vitória da Embrapa” coroou anos de esforço da equipe de reprodução animal da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, liderada pelo pesquisador Rodolfo Rumpf e foi um passo determinante para o domínio da técnica de clonagem animal na Embrapa e no Brasil.  Vitória foi clonada pela técnica de transferência nuclear a partir de células retiradas de um embrião.

Desde que nasceu, Vitória foi acompanhada de perto por cientistas da Embrapa e médicos veterinários da Universidade de Brasília e sempre mostrou bom desempenho em relação ao crescimento e desenvolvimento, de acordo com os padrões da raça Simental. Mas a prova de fogo veio no dia de 19 de setembro de 2004, quando deu à luz seu primeiro filhote: a bezerrinha “Glória da Embrapa”.

O nascimento de Glória foi o último e decisivo teste feito com Vitória para provar que é um clone perfeito do ponto de vista científico e de produção.  O nascimento da bezerra permitiu à equipe de cientistas da Embrapa avaliar o potencial reprodutivo de Vitória e a sua habilidade materna.

 

Fonte:  Site EMBRAPA

Adaptação: Revista Veterinária

 

Conheça o Curso de Transferência de Embriões em Bovinos

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


Atualizado em: 6 de junho de 2011

Artigos Relacionados com Bovinos: