Hiperadrenocorticismo Canino

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Trata-se de uma doença decorrente do aumento exagerado na produção de glucocorticóides, hormônio responsável pelo funcionamento de vários órgãos. O Hiperadrenocorticismo canino, também conhecido como Doença de Cushing ou Síndrome de Cushing, acomete principalmente cães de meia idade de diferentes raças. Seus sintomas e causas são bastantes variados.

O animal portador desta enfermidade costuma apresentar sintomas esporádicos ao longo dos anos, o que pode confundir os seus donos. Um destes sintomas mais comum é o excessivo consumo de água, e, consequentemente, elevado volume de urina.

O apetite também aumenta consideravelmente, e o animal chega a procurar outros meios para se alimentar, além da tradicional ração. É também constatado o aumento do abdômen, perda de massa muscular, e queda de pelos, que passa a ficar finos.  

Há vários tipos de hiperadrenocorticismo, sendo que o diagnóstico pode ser feito por hemograma, exames bioquímicos e radiografias.  Mas é o teste de estimulação de ACTH o mais comum, seguro e barato, sendo que os animais responderão à injeção com a dose do produto, produzindo mais glucocorticóides, detectados, por sua vez, em novo exame.

O tratamento depende do tipo da doença e chega a ser preciso intervenção cirúrgica, caso seja identificado um tumor, além de medicamentos via oral.

A boa notícia é que a hiperadrenocorticismo tem cura, sendo o tratamento muito mais eficaz e moderno do que antigamente.

 

Saiba como agir caso seu cão seja identificado com a doença. Clique aqui.

Fonte: Portal Educação

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Cirúrgica em Pequenos Animais: