Inseminação artificial em caprinos e transferência de embriões

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Tanto a inseminação artificial (IA) quanto à transferência de embriões (TE) tem como objetivo principal o melhoramento genético da espécie. As biotecnologias aplicadas aos caprinos requerem a seleção dos reprodutores machos e fêmeas que deverão participar dos programas.

Na seleção de caprinos leiteiros a base para o programa é: definição dos objetivos da seleção; animais identificados, com dados confiáveis; informações da genealogia.

O teste de progênie é insubstituível na avaliação dos reprodutores, mas apresenta a desvantagem da demora em atingir os resultados, e também o custo da manutenção dos animais durante o processo. Para viabilizar o teste é indispensável o uso da inseminação artificial, o teste de não se justifica sem a inseminação artificial e vice-versa.

A interação genótipo-ambiental na seleção de fêmeas é importante, já que a que apresenta produção acima da média em determinada propriedade pode não ser a melhor em outras condições de ambiente, como manejo, alimentação, clima.

 

Fonte: Silvia Ferrari

Doutora em Reprodução Animal – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia – USP

Professora da Universidade Anhembi-Morumbi

 

Saiba mais sobre Exigência nutricional de ovinos: interpretação das tabelas de exigência nutricional, fatores que alteram a exigência.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 11 de maio de 2015

Artigos Relacionados com Caprinos e ovinos: