Intoxicação por piretróides em cão

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os piretróides são praguicidas obtidos das flores de Chrysanthemum cinerariaefolium, considerados os pesticidas mais seguros do mercado e que apresentam menor toxicidade para os mamíferos, são muito utilizados como inseticidas na medicina veterinária, principalmente, para combater ácaros, carrapatos, moscas, pulgas e piolhos.

            A intoxicação em animais de pequeno porte ocorre quando os proprietários não estão totalmente esclarecidos sobre os efeitos causados, quando o praguicida é utilizado a fim de combater ectoparasitas dos animais.

            Os animais intoxicados podem apresentar salivação intensa, oligofagia e sialorreia intensa, sintomas que podem se assemelhar a raiva ou outras viroses, dificultando o diagnóstico se o proprietário não souber esclarecer fatos importantes e também se o animal não estiver com a vacinação em dia.

            O tratamento deve ser feito de forma sintomática e baseado em uma terapia de suporte, com administração de diuréticos de alça, como a furosemida que favorece a eliminação do agente tóxico; fluidoterapia com alcalinizantes, como o bicabornato de sódio; em casos de convulsão o benzodiazepínico pode ser administrado. Em qualquer caso de intoxicação o médico veterinário deve ser consultado.

 

Fonte: Omnia Saúde, v.5, n.2, p.15-23, 2008.

 

Quais as técnincas mais comuns em uma clínica de cirurgias ortopédicas em pequenos animais?

Conheça os mais modernos equipamentos da área de Dermatologia em pequenos animais.

O que é preciso saber para se tornar um auxiliar de veterinário?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 7 de outubro de 2014

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: