O aparelho digestivo dos ruminantes

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os ruminantes são animais poligástricos, ou seja, possuem quatro estômagos que são chamados  rúmen, retículo, omaso e abomaso que irão variar de tamanho no decorrer da vida dos animais.

Ocorre a trituração dos alimentos e a ensalivação na primeira mastigação. O bovino libera em média 50 a 60 quilos de saliva diariamente. Quando os alimentos fornecidos são fluidos, a salivação torna-se fraca, e o conteúdo do rúmen torna-se viscoso, o gás resultante a digestão causa a aparição de espumas, surgindo à indigestão gasosa ou espumosa, característicos da meteorização.

Os ruminantes são adaptados para a digestão de celulose, e são totalmente herbívoros quando adultos. Os alimentos mastigados e engolidos são armazenados no retículo, onde acontece à maceração e trituração, depois voltam à boca e são mastigados novamente. A esse processo damos o nome de ruminação.

No rúmen existem vários microrganismos que são responsáveis pela digestão da celulose presente nos vegetais e pela formação de ácidos voláteis. O aparelho digestivo possui adaptações para tornar viável a sobrevivência destes microrganismos. Assim, quando ocorre qualquer variação na alimentação pode acontecer à modificaçãoda colônia de bactérias, que altera a digestão podendo levar o animal a desenvolver alguma doença.

 

Fonte: www.criareplantar.com.br/pecuaria/lerTexto.php?categoria=18&id=58

Saiba como comprar equipamentos veterinários com o melhor preço. Clique aqui!

Curso de Administração Técnica e Econômica da Bovinocultura de Corte

Curso de Primeiros Socorros em Bovinos

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 3 de julho de 2015

Artigos Relacionados com Bovinos: