Otite canina: uma das infecções mais recorrentes

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A otite canina é uma infecção da parte externa do ouvido, sendo um dos principais motivos de atendimento em clínicas veterinárias para pequenos animais.

E sem dúvidas, você, médico veterinário já avaliou casos como esse não é mesmo?

Hoje algumas raças de orelhas mais longas e caídas, como por exemplo, o Cocker, Golden Retriever e Labrador, possuem maior predisposição para a doença, que encontra um ambiente ideal em regiões quentes, úmidas e escuras, favorecendo a proliferação de microrganismos.

Essa enfermidade pode ter diferentes causas, tendo como principais as alergias e questões hormonais, favorecendo o desenvolvimento de bactérias e fungos.

Alguns dos sinais mais conhecidos e comuns dos animais portadores de otite são:

– coceira nas orelhas;

– secreções;

– mau cheiro;

– inchaços;

– vermelhidão na região;

– dificuldades na audição;

– dores;

Para garantir o alívio da dor, o profissional faz uso de antibióticos e anti-inflamatórios, além de aplicações de pomadas no local, sempre visando com cautela o grau da infecção.

A prevenção consiste na higienização e corte de pelos da região, evitando assim que o local fique úmido e favoreça o aparecimento de fungos e bactérias.

O profissional atuante na área deve ter preparação e conhecimento aprofundado sobre o assunto para garantir o sucesso de todo o processo de tratamento.

Pensando nisso e em outros casos presenciados em clínicas veterinárias trouxemos algumas dicas para você, médico veterinário, ampliar seu conhecimento e se destacar pelo diferencial. Confira.

Fonte: Tudo sobre cachorros

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Médica em Pequenos Animais: