Palpação transretal em éguas

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A palpação transretal é um exame muito importante no dia a dia do Médico Veterinário. É um procedimento que auxilia a avaliação diagnóstica do trato genital que é uma prática rotineira da reprodução animal; gastroenterologia que permite alcançar diversos órgãos internos, como o intestino delgado, intestino grosso, rins, baço, útero, ovários; e a avaliação de animais com claudicação de membros posteriores.

Durante o procedimento, feito com o animal no tronco, é preciso enfaixar o rabo do animal para que não suje de fezes, a faixa deve ser fixada na base da cauda com um nó e elevado para traz com ajuda de uma corda ou de um auxiliar; para a palpação é preciso utilizar as luvas descartáveis lubrificadas e introduzir a mão delicadamente em forma de concha e retirar as fezes; ao localizar o útero é possível localizar as outras estruturas, como o corno uterino esquerdo, ovário esquerdo, corno uterino direito, ovário direito.

Se o animal fizer muitas contrações é preciso relaxar o braço, evitando que o animal seja machucado. É preciso verificar o tamanho e o tônus uterino, verificar o tamanho e consistência do ovário, a cervix também deve ser avaliada, é uma estrutura firme, depois é preciso lavar com sabão neutro e secar com papel toalha na direção vagina/ânus.

A palpação transretal é um método de diagnóstico, utilizado a fim de detectar o aumento uterino ocorrente na gestação, assim como o feto e as membranas fetais, podendo ter início a partir da quarta semana de gestação.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=r50QfYch_G8

Ultrassonografias aplicadas a reprodução de éguas. Confira aqui.

Anatomia dos órgãos reprodutivos da égua. Veja aqui.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 22 de setembro de 2015