Problemas Dermatológicos em Pequenos Animais.

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A pele, como muitos sabem, é o maior órgão do corpo animal. Por ser externa, fica sempre em contato com patógenos, e acaba sendo uma das principais queixas de proprietários na hora do atendimento clínico. Estima-se que 20 a 75% dos pacientes que chegam ao consultório possuem alguma doença dermatológica, variando de acordo com o local e o poder aquisitivo da população que frequenta a clínica.

São inúmeras as funções da pele, dentre elas:

  • Barreira física, química e microbiológica
  • Internaliza os outros órgãos e regula a troca de água, eletrólitos e macromoléculas com o meio externo;
  • Produz anexos;
  • Regula temperatura;
  • Estoca: água, vitamina, gordura, carboidrato, proteínas e outros;
  • Sensorial;
  • Secreção;
  • Excreção;
  • Produção de vitamina D.

É de se esperar que um órgão com tantas funções importantes e tão exposto, seja um dos mais acometidos, e por ser considerado um espelho da saúde, é de suma importância que seja avaliado com dedicação e cautela, pois a pele pode refletir problemas internos ao animal.

Além disso, nenhum outro sistema orgânico doente pode fornecer tantos dados ao clínico durante a investigação do histórico e exame físico quanto as doenças dermatológicas. Tornando assim mais fácil o diagnóstico e ganhando a confiança do proprietário.

Assim, torna-se importante para um bom profissional que deseja clinicar em pequenos animais, avaliar e diagnosticar essas patologias, a fim de que consiga um diagnóstico rápido e prático, sendo satisfatório ao cliente.

 

Fonte :  CPT Cursos Presenciais.

 

Conheça o Curso de Dermatologia em Cães e Gatos

dermatologia em cães e gatos

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 9 de maio de 2011