Suplementação eleva peso de bezerros

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Além de uma pastagem boa e nutritiva, o produtor, para obter melhores resultados, deve optar por uma boa suplementação para seu gado.

Sobre isso, na Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne (Feicorte), entre os dias 13 e 17 de junho, a empresa Guabi lançou um proteinado energético para bezerros, chamado Creep Bezerros LS, e um proteinado para animais a partir da desmama, a ser utilizado, principalmente no período das águas; o chamado Guabiphos 20 Águas RM.

Segundo José Leonardo Ribeiro, zootecnista e gerente de produtos ruminantes do grupo Guabi, esses dois produtos, que atendem desde animais na fase de amamentação ao abate, são confeccionados com proteínas de origem verdadeira, que seriam os farelos, como o de soja, milho e trigo. Além disso, são compostos também por minerais, como cálcio, fósforo, magnésio e enxofre, e micro elementos, como cobre, cobalto, zinco, iodo e selênio, além de vitaminas, no caso do Creep LS.
A composição desses produtos serve, justamente, para suplementar, nessas duas categorias, os ingredientes que estão faltando ou são deficientes na forragem, como minerais e proteínas, principalmente, o que acontece, não só no período das secas, como também no período das águas – afirma o zootecnista.

De acordo com ele, ambos trazem os ionóforos como novidade, que têm o objetivo de selecionar, no rúmen dos animais, bactérias eficientes para a produção de mais energia. Além disso, eles reduzem significativamente a emissão de metano que, além de ser um poluente ambiental, faz com que o animal tenha uma perda energética.
Portanto, a partir do momento em que se utiliza uma tecnologia de seleção de microrganismos no rúmen, gasta-se menos energia com a produção de metano e há mais energia disponível para que esses ruminantes aumentem sua capacidade de ganhar peso e sua conversão alimentar – explica Ribeiro.

O zootecnista diz que o Creep Bezerro incrementa o ganho de peso do animal em, pelo menos, 50g por dia, o que faz com que os animais desmamem com peso bem superior ao dos animais que não recebem, na alimentação, um proteinado energético com ionóforo em sua formulação. Outro ponto importante, segundo ele, é a redução do índice de diarreia em bezerros.

Já o 20 Águas proporciona um desempenho muito superior, considerando -se um ganho de peso de 50g a 100g a mais por dia, ao longo de toda a vida produtiva do animal, o que faz com que ele seja abatido mais jovem. Com isso, o produtor consegue colocar, na mesma área da fazenda, um número muito maior de animais, no mesmo intervalo de tempo, o que faz com que se tenha uma eficiência maior dentro da propriedade – explica.

Fonte: Portal Dia de Campo

 

Conheça o Curso de Manejo Nutricional de Gado de Corte

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 17 de junho de 2011

Artigos Relacionados com Bovinos: