Transferência de embriões em bovinos II

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na técnica de transferência de embriões (TE) são coletados os embriões em estado pré-implantacional, ou seja, mórula e blastocisto de uma fêmea geneticamente superior chamada de doadora, visando a transferência para as vacas de baixo valor comercial que são chamadas receptoras e devem apresentar características funcionais, sanitárias, nutricionais e de temperamento, desenvolvendo assim boa habilidade materna.

A coleta dos embriões é feita a partir da lavagem uterina, com uma sonda transcervical posicionada no útero, para que seja procedida a perfusão do líquido de coleta. Depois o material é filtrado e os embriões são classificados, após o procedimento da coleta. O material pode ser transferido a fresco para receptoras ou fazer a criopreservação, ou seja, o congelamento.

As vacas receptoras são avaliadas antes da transferência dos embriões, quanto ao seu estado reprodutivo, apenas as consideradas aptas devem receber os embriões. Todo o procedimento deve ser feito por um medico veterinário capacitado.

 

Fonte: Biotecnologia animal

 

Fique atualizado em assuntos regulatórios sobre alimentação animal. Clique aqui.

Aprenda a fazer transferência de embriões em bovinos. Confira aqui.

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 7 de agosto de 2015

Artigos Relacionados com Bovinos: