Transporte de animais

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O transporte de cães e gatos, em viagens aéreas ou rodovias brasileiras, é permitido sem que haja a necessidade da expedição da Guia de Trânsito Animal (GTA).

Nestes casos é obrigatório o atestado de saúde do animal, que deve ser emitido por um médico veterinário que tenha registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária.

O GTA é obrigatório para outros animais de companhia, como aves, coelhos, furões ou iguanas. O GTA é expedido por veterinário habilitado pelo Ministério da Agricultura ou pelo órgão executor da defesa sanitária nos estados.

Para o transporte de animais silvestres é necessário à autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama).

Já o transporte de animais entre países é necessário obter o Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pela autoridade do país de origem ou de procedência do animal.

É importante destacar que o CZI precisa estar em conformidade com as exigências sanitárias do país de destino.

 

Fonte: www.agricultura.gov.br

 

Aprenda mais sobre as dermatoses seborréicas em gatos e cães.

Saiba mais sobre a síndrome do arrancamento de penas em aves domésticas.

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 28 de abril de 2015

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: