Uso da fluidoterapia para pequenos animais

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A desidratação se caracteriza como uma das principais desordens que são frequentemente observadas na prática do médico veterinário. A desidratação pode se associar a várias patologias, assim o seu reconhecimento é de fundamental importância na saúde dos animais, assim como os adequados protocolos de tratamento, que dependerão exclusivamente do diagnóstico e escolha do médico veterinário, por isso é muito importante levar os animais a profissionais capacitados.

O principal objetivo do tratamento com a fluidoterapia é corrigir a desidratação e desequilíbrio eletrolítico. As condições podem ocorrer em consequência de enfermidade gastrointestinal, renal, cardíaca, hepática, e também traumatismos e uma série de outras circunstâncias.

A fluidoterapia e indicada para correção da acidose ou alcalose, para o tratamento de choque, para administração de alimento parenteral, para estimular uma função orgânica. A utilização correta da fluidoterapia depende da escolha do fluido de acordo com o tipo de desidratação e causas relacionadas que são apresentadas pelos animais.

 

Fonte: Universidade Tuiuti do Paraná

 

Manejo Hospitalar do paciente felino.

Enfermidades mais comuns na espécie Felina.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 12 de junho de 2015

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: